BLOGGER TEMPLATES AND TWITTER BACKGROUNDS

terça-feira, maio 31, 2016

Totalmente demais, último capítulo

Artur - Eliza - Jonatas: o trio que parou o país no horário das sete da Globo.
Rosane Svartman e Paulo Halm são os autores de Totalmente Demais, a trama de maior sucesso do horário das sete desde Cheias de Charme, 2012. Eles vêm de uma bem-sucedida Malhação [versão 2014] e Totalmente Demais tem muito de Malhação. História de conto de fadas, fofa, simples, jovial e com doses de humor, ingredientes que lembram a atração vespertina da Globo. Totalmente Malhação Demais termina com uma média de 27 pontos, quatro a mais que I Love Paraisópolis, que também era aclamada: a média do último capítulo foi de 37 pontos. Babilônia, o maior fracasso das nove da Globo, marcou 32.
O último capítulo foi bem água com açúcar, bem como a novela toda. Jonatas ficou com Eliza. Artur com Carolina. A seguir, os pós e os contras:

  1. Fábio Assunção esteve muito bem como Artur. Engraçado, machão, romântico, cafajeste. Melhor ator da novela.
  2. Marina Ruim Barbosa caiu nas graças do público, principalmente com os adolescentes, mas carece de muito estudo como atriz. É muito caras & bocas. 
  3. Juliana Paes começou má e mal, terminou boa e bem.
  4. Viviane Pasmanter como Regina Duarte foi muito bem. Ela e Humberto Martins juntos outra vez. Nunca esquecerei deles como o casal-sensação de Mulheres de Areia, Malu e Alaor. Como Lili e Germano superaram traições e desavenças, mas terminaram felizes para sempre. 
  5. Humberto Martins está repetindo papéis, mas mesmo assim é bom ator.
  6. Felipe Simas não é bom, mas também não é ruim.
  7. Glória Menezes deu show de interpretação. Esteve hilária.
  8. Reginaldo Faria foi outro nome que é só elogios.
  9. Ailton Graça e Malu Galli formaram uma linda dupla.
  10. Juliana Paiva me cativou.
  11. Matei a saudade de Lavínia Vlasak.
  12. Carla Salle vai longe. Julianne Trevisol tenho dúvidas.
  13. Sérgio Malheiros cresceu como ator.
Totalmente Demais deu certo e depois que acabou o concurso que dava o nome à novela deu mais certo ainda. O ator Fábio Assunção disse em uma entrevista que o público não quer histórias fortes. Está cansado. Totalmente Demais é a prova viva de que isso é a mais pura verdade. Parabéns ao elenco. Aos autores. Aos diretores. A todos os envolvidos. A reapresentação vai ao ar nesta terça, antes de Anjo Mau.

sexta-feira, maio 27, 2016

Onde foi parar o Troféu Imprensa que estava aqui?

Faz uma semana que foi ao ar o Troféu Imprensa e ainda resta um certo incômodo da minha parte com relação ao que foi exibido. Críticos de TV não sendo críticos de TV e produção não selecionando os melhores realmente. Não é à toa que perdeu todo o brilho que se via nos anos 1990.

Melhor novela: Verdades secretas, Os dez mandamentos e Cúmplices de um resgate (como assim Cúmplices?). E Sete vidas e ou/ Além do tempo?

Ok! Ganhou Verdades, mas é inaceitável ter disputado com Cúmplices.

Melhor atriz: Grazi, Giovanna Antonelli e Larissa Manoela (o que?).

Grazi Massafera venceu. Justo, muito justo, justíssimo. Porém, todavia, contudo, deveria ter concorrido com Irene Ravache e Drica Moraes.

Melhor ator: Alexandre Nero, Guilherme Winter e Caio Castro.

O único que valeu estar aí foi o Caio. Sim, o Caio. Foram melhores no ano que passou Marcos Palmeira e Domingos Montagner. Estes sim poderiam concorrer com o Caio Castro.

Até o Rodrigo Lombardi poderia encabeçar a lista.

O pior, é que de todos eles, ganhou o pior. Pode?

Um dos críticos de TV, presente no evento, disse: "Não tenho culpa se eles (os outros jurados) não sabem votar". Bem isso.

Jornal de TV: Jornal da Globo, Jornal da Record, Jornal da Band e Jornal Hoje nem foram citados. SBT Brasil e Cidade Alerta sim. Pelo menos, venceu o JN. Assistam ao Jornal da Globo e reparem na diferença.

Apresentador: Celso Portiolli (whath??). Faustão, Gugu e Serginho Groisman nem citados foram.

Apresentadora: Patrícia Abravanel. Brincadeira, né? Detalhe: concorreu com Sabrina Sato (verrdade!). Eliana, ok! Aceito. Em dizer que este era um posto cativo de Hebe Camargo. O que virou isso? Angélica, Ana Maria, Fátima Bernardes, Xuxa: alguém conhece?

Humor: ganhou A Praça é Nossa. Ok! Também aceito, mas concorreu com Pânico na TV e Tapas e Beijos (esse é ótimo, mas como disseram os jurados, é um seriado e deveria ter inscrito na lista "melhor seriado"). O novo Zorra e o Tá no ar nem foram lembrados.

Cantor e cantora não faz parte do mundo da TV, portanto nem vou me atrever a comentar, mas Anitta e Ludmilla, argh!

Insisto: Troféu Imprensa é um programa em que críticos escolhem os melhores. OS MELHORES! #[hashtag]os melhores.  Será que é possível entender isso?


Porque Velho Chico não decolou no Ibope

Velho Chico tem uma das imagens mais lindas de todas as novelas da Rede Globo, um bom elenco, boa história, mesmo que arrastada, mas histórias arrastadas são de praxe do universo de Benedito Ruy Barbosa, vide O Rei do Gado, Renascer, Terra Nostra e Pantanal, seus maiores sucessos. Gosto também do colorido de Velho Chico, este muito criticado por alguns. Velho Chico é melhor que A Regra do Jogo, sua antecessora, ainda assim, não agradou os telespectadores.
A audiência está entre 25 e 30 pontos, raramente ultrapassa esta marca e não raramente acumula muitas derrotas para o furacão das sete Totalmente Malhação Demais e pelo menos uma vez por semana vê Eta Mundo Bom!, do horário das seis, superar sua audiência. A trama da insossa Eliza (Marina Ruim Barbosa) faz bonito: é uma história leve, cheia dos contos de fadas, simples, juvenil e bem construída, e claro, vai receber uma linda crítica do blogue na próxima semana. Mais cedo, a trama de Candinho e o burro é a minha preferida: mescla bom humor com a família Buscapé com romances à moda antiga. É uma novela gostosa de se ver e pouco importa se é parecida com as outras do autor do horário.
Fábio Assunção, muito bem na trama-sensação das sete, disse em uma entrevista que o público não quer ver tramas muito fortes. Ele tem razão.
No Vale a pena ver de novo, Anjo Mau está numa crescente. É um remake de 1997 de uma história de 1976 e funciona bem nos dias atuais. No Viva, Mulheres de Areia, de 1993, de uma história  de 1973 é o programa mais visto do canal, está em terceiro no ranking das mais vistas, sendo que nem chegou ao capítulo 100.
Todas com o cunho da gata borralheira que procura o príncipe encantado.
Velho Chico sofre por não investir no romance. Não há um casal que realmente encantou o público. 
Tramas realistas cansaram. Favelas cansaram. Novela voltou a ser sonho. Novela é fantasia. Todos querem se entreter na TV com boas histórias, torcer para as mocinhas, brigar com as vilãs. 
Na última quarta-feira, no Viva, aconteceu o acidente entre Ruth e Raquel. Raquel é dada como morta e Ruth assumiu a identidade da irmã, casada com o grande amor de sua vida. Vi essa cena quatro vezes já (acompanhei todas as reprises) e ainda torço pela Ruth, rio por demais da Raquel enfrentando o sogrinho (Raul Cortez).
Velho Chico não sofrerá cortes bruscos como aconteceu com Babilônia em 2015, mas carece de agilidade. O mínimo para se ter sucesso é termos alguém para torcer e alguém para odiar. Velho Chico não tem nem um nem o outro. Uma pena.
Gosto do autor, também gosto do diretor, mas como dito aqui, na crítica ao primeiro capítulo, o público das nove não é o mesmo de A pedra do reino. Queríamos algo como Pantanal. Foi isso que nos foi anunciado, mas não foi isso que recebemos.

Imperdível: clipe de lançamento de Haja Coração (remake de Sassaricando), a nova novela das sete da Globo

Haja Coração é a nova novela das sete da Globo, com Mariana Ximenes, Cléo Pires, Tatá Werneck, Alexandre Borges, Malvino Salvador, Malu Mader, Carolina Ferraz, Marisa Orth, entre outros.
Remake de Sassaricando, 1987, será reescrita por Daniel Ortiz (original de Silvio de Abreu) e moldada aos dias atuais. Confira o clipe de lançamento da trama:

A seguir, a abertura de Sassaricando, de 1987. Uma pena não terem resgatado o mesmo tema:

quinta-feira, maio 19, 2016

Como assim o Guilherme Winter ganhou de melhor ator no Troféu Imprensa?

Está certo que faz tempo que o Troféu Imprensa não faz jus aos melhores do ano, mas a gente sempre tem esperança que no ano seguinte a coisa muda para melhor. Pipocou, agora a pouco, nos diversos sites de entretenimento que o ator (mediano) Guilherme Winter abocanhou a estatueta de melhor ator. Como assim?
Tudo bem que 2015 foi fraco, mas mereciam antes dele o Marcos Palmeira, o Rafael Cardoso, o Domingos Montagner, até o Caio Castro, que eu gostei em I Love, mas não o Guilherme. Ele não chega a ser sofrível igual ao seu companheiro de cena na novela da Record Sérgio Marone, mas carece de muito estudo ainda.
Se a ideia é enfraquecer a hegemonia da Globo que ganhe a Adriana Garambone como melhor atriz, esta sim espetacular na pele de Yunet. 
Os Dez Mandamentos, apesar de colocar A Regra do Jogo e o Jornal Nacional para escanteio, também não merece o prêmio. Verdades Secretas, Além do Tempo e Sete Vidas foram superiores.
Estarrecido! Todo ano tem alguma bomba. 
Se bem que o Troféu Melhores do Ano do Faustão também me deixa nervoso.
A diferença do Troféu Imprensa é que é para serem críticos de TV. 



segunda-feira, maio 16, 2016

Morre Cauby Peixoto




Não posso dizer que era fã - talvez algumas décadas tenham nos distanciado -, mas como Letras é a minha paixão (sou formado e trabalho nesta profissão) tenho - não por obrigação, mas com imenso respeito - que engradecer o quão rica é sua música, realmente o Brasil perde um artista incrível. 
Sobre Cauby, notava-se a pessoa maravilhosa que era, fina e elegante, em suas esporádicas participações na TV. Uma, aliás, que me marcou muito fora uma homenagem de Fausto Silva em 2001 (infelizmente não encontrei nenhum vídeo deste dia). Nunca esqueci. Cauby Peixoto, para sempre Cauby.  

No vídeo, uma entrevista de Cauby para o Fantástico, ano passado.

sábado, maio 07, 2016

Xuxa espetacular em vídeo do Porta dos fundos

O melhor de tudo no vídeo, a Xuxa rindo de si mesma. Muito bom! Pronto! A melhor coisa do dia veio da internet. Me animei! Rede Record, a trupe do Porchat conseguiu a Xuxa que todos querem. 
Assistam:

Nada me anima

Nada está me animando na TV. Por ora, nenhum assunto interessante me vem à cabeça. 
Nada está me animando no Brasil. Por ora, políticos roubam e nada acontece.
Impeachment. Isso resolve? A Dilma vai devolver todo o dinheiro que roubou.
As pedaladas fiscais! Dilma acaba de cancelar o montante do Pró-cotista.
Culpa das pedaladas fiscais! Enquanto isso, você e eu que se dane.
Nada está me animando na TV. Onde foram parar as grandes novelas das nove (oito)?
Por ora, nada sei. Por ora, nem o Kid Abelha superou a crise. 
O Kid Abelha fechou as portas. Anitta e Ludmilla se tornaram as grandes cantoras nacionais.
Nada está me animando no Brasil. Por ora, Lula continua livre.
Lula vai virar mártir. Porque é isso que acontece no Brasil. Lula como Sassá Mutema.
Lula é o Sassá Mutema.
Sassá Mutema nunca poderá ser comparado ao que virou o Lula.
Só sei, que nada está me animando.
Nem saber que o Cunha caiu. Nem isso está me animando.
Ele vai devolver tudo o que roubou?
Cláudia Cruz vai continuar passeando por Paris.
Gastando em Paris. Gastando em Nova Iorque. Londres. Madri.
Eu respeitava tanto a Cláudia Cruz. Como eu gostava da Cláudia Cruz. Ah, como eu gostava.
Se Dilma cair, vai mudar alguma coisa?
A Dilma vai devolver o que roubou?
Ou vai fazer como o Lulinha e a Marisa?
Dilma vai processar o Brasil!
Provem que ela roubou! Os fatos estão aí. As pedaladas fiscais estão aí. Mesmo assim, ninguém consegue provar nada. Isso é Brasil. Dilma ainda vai lucrar com isso.
Você e eu não! Para você e eu, a resposta é sempre não quando o assunto é lucro.
Kid Abelha acabou. Novela das nove não é mais novela das nove. Notícia boa: gosto das chamadas do programa da Xuxa. Bem criativas. Só. O programa continua ruim.
A Dilma vai cair! Todos apostam que a Dilma vai cair! Temer já está promovendo mudanças. Pelo menos, está falando das mudanças.
Ainda assim, nada está me animando no Brasil. Por ora, o Bolsa-Família vai continuar. Beleza!
Por ora, aquele salário para as famílias dos bandidos vai continuar. Beleza?
Nada está me animando na TV. Rodrigo Faro faz sucesso passando desgraça. Por ora, não tenho dinheiro para terapeutas. Por isso, caro Rodrigo, por causa desse detalhe, Rodrigo, não conte comigo!
Por que o cidadão normal, que levanta cedo para trabalhar, aquele cidadão honesto, porque sim, somos a maioria, por que somos esquecidos por todos?
Será que temos que ser miseráveis e nos contentar com o Bolsa-Família e endeusar os governantes ? 
Para vencer na vida, temos que entrar para a política? Tem curso para isso? 
Lula fez faculdade para isso? Lula nem frequentou a primeira série!
Vamos tentar o ProUni.
Não temos estômago para tanto. FELIZMENTE!
Você e eu somos os esquecidos!
Você e eu somos os que os alimentam.
Você eu não temos direito a nada.
No entanto, nos sobram deveres.
Nada me anima. Nem na TV fechada. 
Anda um marasmo só. Globo News só passa a TV Senado.
As novelas do Viva só passam de madrugada.
Salvam-se as comidas do GNT.
Telecine é para poucos. Netflix? Querem dar um jeito de tirar isso de você também.
Seja um famigerado. Não estude. Seja escravo.
A Dilma vai cair? Por ora, quem vai ficar no seu lugar?
O Temer?  O Renan? O Cunha?
É Brasil, não duvide que o Cunha vire presidente. 
Nada me anima! Dilma, Lula, Globo, Record, Xuxa, novelas, olimpíadas, Rodrigo Faro, internet no Brasil, Brasil.
Nada me anima! Por ora, tchau! Vou trabalhar.

domingo, maio 01, 2016

Sandy lança novo clipe ao lado de Tiago Iorc

Assista ao vídeo de "Me espera":



Sandy sempre se superando e nos impressionando com sua música feita com o coração. 
Desde que deixou a dupla com o irmão, a cantora partiu para um estilo menos pop e vem brindando o seu público com canções muito bonitas.