BLOGGER TEMPLATES AND TWITTER BACKGROUNDS

terça-feira, abril 26, 2016

A vez dos veteranos

Glória faz sucesso como Stelinha na novela das sete da Globo.
Regina volta ao ar na próxima das nove (parece que como participação especial).
Marco Nanini em dose dupla: Pancrácio tem um irmão gêmeo. Na verdade, Marco Nanini em múltiplas doses. Morro de rir com as caracterizações do ator: ele como uma senhora que arrecada fundos para os órfãos é formidável. Eta mundo bom! é a melhor novela no ar, claro, que não é só por conta dele, mas que muitas das melhores cenas são dele isso é bem verdade. 
Um pouquinho mais tarde, uma dupla faz uma linda participação especial. Glória Menezes e Reginaldo Faria (os dois arrebentavam em Louco por elas) como o casal de grã-finos (falidos) Stelinha e Maurice de Totalmente demais é pura diversão. Adoro de montão a Glória Menezes: saudades muitas de Tarcísio Meira (fez um capítulo da novela das nove), Regina Duarte, Lima Duarte, Laura Cardoso, Joana Fomm. Não sei porque muitos deles ficam tanto tempo longe da telinha ou aparecem só em participações especiais. Há anos atrás (principalmente até os anos 90) eram deles os melhores papéis. Só de escutá-los é um primor. Em cena, um aprendizado. 
Yoná Magalhães, Marília Pêra (mesmo tê-la visto há menos de um mês na Globo), Wilker, Miriam Pires (adorava), Paulo Goulart. Que falta fazem. Globo, Joana Fomm foi Perpétua, Carmem Maura, Salustiana. Regina foi a melhor Helena (História de amor, 1995), Clô, Raquel, Porcina. Tarcísio como Giuseppe Berdinazzi, Raul Pelegrini, Saruê. Laura é a que mais aparece na TV e sempre em papéis memoráveis, mas ultimamente anda só aparecendo por alguns capítulos. Lima, grande Sassá Mutema, Sinhozinho Malta, Murilo Pontes, Major Bentes, Zé Bolacha, Afonso etc. Do nada, desapareceu. Marco, Glória e Reginaldo estão aí, querem prova maior do quão especiais estes atores são. Fora os tantos que por ora não lembrei, mas que com certeza quem aqui estiver lendo vai lembrar (com carinho).
Não tão conhecidas do grande público, Selma Egrei como Encarnação e Zezita Matos como Piedade da novela Velho Chico são pura emoção. Fico extasiado com tanto talento. Bravo!
Aracy Balabanian em Ligações perigosas no início do ano foi espetacular. E há ainda o Ary Fontoura e o Flávio Migliaccio, ambos muito bem na novela das seis.
Mauro Mendonça aparece pouco, mas é outro charme de Eta mundo bom!
Outros especiais: Nicete Bruno e Nuno Leal Maia.

Mais novas: a saudade já começa a apertar por Adriana Esteves e Glória Pires. A Globo deve bons papéis para as duas. 

Sobre Viviane Pasmanter: espetacular atriz. Como Lili na novela das sete, ela lembra muito as tantas personagens de Regina Duarte e tal e qual Regina, Viviane arrebenta.

Última nota: vontade de rever Pátria minha, Top ModelVamp, Por amor, Quatro por quatro, Bebê a bordo etc.

quarta-feira, abril 20, 2016

Os dois tons de Afrânio Saruê (Rodrigo Santoro e Antonio Fagundes)

Rodrigo Santoro como Afrânio.


Antonio Fagundes como Afrânio.

Duas versões para um mesmo personagem.

Rodrigo Santoro voltou à TV em grande estilo.

Gostei! E olha que nunca achei ele tão! tão! tão bom ator como pintam.

Ele encarou o personagem com unhas e dentes.

Deixou seu recado. Fez jus ao alto salário. Foi formidável.

A novela é formidável. Mas não agrada todo mundo.

É poesia.

Também olhei de canto no início.

É uma novela teatral. Assusta!

Me assusta a Globo ter deixado o Luiz Fernando Guimarães ter dirigido a trama.

Falaram que seria aos moldes de Rei do Gado. Não sei 'daonde'?

2ª fase: Rodrigo Santoro foi endurecendo o coronel. Novamente, brilhou.

3ª fase: Antonio Fagundes como Rodrigo Santoro!

Ops! Nem de longe, Antonio Fagundes lembra o Rodrigo Santoro.

Um Afrânio colorido!

Um Afrânio narcisista.

Christiane Torloni como Carol Castro.

Iolanda também muito colorida.

Selma Egrei com 100 anos.

Personagem incrível.

Atriz incrível.

Gosto do jeito brejeiro da Bahia. As belas imagens, os atores. 

Gosto do colorido.

Não gosto de Camila Pitanga. Resquícios de Regina!

Aliás, Tereza era branca.

Camila Pitanga é branca?

Letícia Sabatella era até os 45 minutos do 2º tempo a verdadeira Tereza.

Declinou!

Camila Pitanga é muito nova para Tereza.

Enfim! Gosto do Afrânio do Antonio Fagundes.

Também gostava do Afrânio do Rodrigo Santoro.

Rodrigo não se importava em ficar velho.

Antonio tem medo de envelhecer.

Rodrigo tem 40.

Antonio, 70.

Dois atores, dois personagens. Dois atores, um personagem (em tom mascavo e em tom arco-íris).

Torno a dizer. Velho Chico é uma boa novela. Não é tempo perdido.





segunda-feira, abril 18, 2016

Marco Ricca como Mão de Luva sai na frente nos primeiros capítulos de Liberdade, liberdade (novela das onze é muito boa)

Marco Ricca como Mão de Luva é o grande nome da fantástica nova novela das onze da Globo (que eu gostaria muito que fosse das dez, pois ninguém merece ter que esperar o término das fracas Mister Brow/Brau e Chapa Quente, as séries substitutas de Tapas e Beijos e A Grande Família). No capítulo de estreia, ele apareceu bem pouco e foi o bastante para mostrar a que veio. No segundo capítulo, mais show. Se Marco Ricca me conquistou na pele de um dos vilões, saibam que não foi apenas ele.
Zezé Polessa é um show à parte. Zezé está num papel que nos remete à sua atuação em Memorial de Maria Moura, 1994, o meu predileto. Tomara que siga o mesmo caminho. A diferença é que em Liberdade, liberdade ela não é tão má.
Lília Cabral dispensa comentários. Lembro de Lília como Amorzinho de Tieta. Muito engraçada. Depois deu show em Pedra sobre Pedra, Pátria Minha (como Simone roubou a cena), História de Amor, Anjo Mau, Meu Bem Querer, Laços de Família, Chocolate com Pimenta, A Favorita, Páginas da Vida (Marta!) até chegar a primeira protagonista de sua carreira em Fina Estampa. Todos querem Lília. Por que será!
Andréa Horta foi limada de A Regra do Jogo. Sorte dela. Maria Joaquina é uma grande heroína, bem defendida por Mel Maia na primeira fase. Que linda essa menina, aliás, as duas são demais.
A participação de Thiago Lacerda como Tiradentes foi mais do que especial.
Dalton Vigh está arrebentando, bem como Mateus Solano. Ótimos!
Caio Blat está incrível. O ator é sempre perfeito em cena, mas superou todas as expectativas. A história do personagem promete muito. 
Maitê Proença eu sempre gostei. Desde a Helena de Felicidade. Sempre suave no jeito de interpretar, mostra força descomunal quando a personagem pede. Dionísia pede isso e Maitê não deixa a peteca cair. Parabéns!
Destaque também para Letícia Sabatella e, principalmente, para Lu Grimaldi, a Maria Louca. Lu esteve soberba em todas as suas cenas. Mesmo sentindo muita raiva da personagem, é impossível não ficar boquiaberto com tamanho talento. 
Os outros dois protagonistas, Natália Dill e Bruno Ferrari também estão fazendo bonito.
O elenco em si está muito bem. Produção caprichada, muitos nus, do tipo que o diabo gosta. O público desse horário delira.
Sobre os autores, a trama é um original de Márcia Prates, que por problemas com o texto, foi substituída por Mário Teixeira. Enfim, os dois merecem os elogios. A direção de Vinícius Coimbra é outro ponto positivo.
A primeira semana foi espetacular. A reclamação é o horário. Ingrato demais.

domingo, abril 10, 2016

O fenômeno Wesley Safadão

Todo mundo só fala dele. 
Esqueça Luan Santana, agora é a hora e a vez de Wesley Safadão (sic). Nada contra! Mas é impressão minha ou o cantor mais cobiçado pela mídia na atualidade. Aquele que cobra mais de R$ 600 mil por show. Detalhe: os empresários pagam! Aquele que as mulheres (nem só elas) acham o mais lindo. Enfim, é impressão, mas Wesley é o cantor mais famoso do Brasil em que 90% dos brasileiros mal sabem as letras de suas músicas?
Ou será que a força do Wesley está nos cabelos?
Ou é o 1% vagabundo dele que faz tanto tanto sucesso?
Aberto para muitos esclarecimentos.
Mesmo eu não sabendo nada sobre ele, Wesley Safadão é um estouro! Só se fala nele! 
Último comentário: meu voto é no cabelo. Toda mulher queria ter o cabelo dele. Pode?
Pode sim! Eu escuto diversos comentários a respeito do cabelo. Das músicas? 

Ainda nada!


sexta-feira, abril 08, 2016

Luana Piovani posa para a PLAYBOY

Foto: Divulgação.

Comentários: Está gata! Está linda! E ela tem 39 anos (em agosto faz 40).
Capa incrível!
Custo: 20 Dilmas!
Luana está gata (boquiaberto).
Gostei.

quinta-feira, abril 07, 2016

Angelina Jolie está assim?


Publicação afirma que Pitt internou Jolie e que ela está pesando apenas 35 quilos.

Não consigo acreditar!