BLOGGER TEMPLATES AND TWITTER BACKGROUNDS

segunda-feira, julho 30, 2012

Mulher ainda é tratada como lixo no Brasil

                    Coronel Jesuíno (José Wilker): um animal que vê a mulher, Dona Sinhazinha (Maitê Proença), como um lixo, um vaso sanitário, um nada, sem querer ou sentir. Com certeza, a melhor história de Gabriela, a novela das onze da Globo. Mas, longe de vangloriar atitudes feministas e ou/machistas, cá entre nós, a história se passa na década de vinte e sim! lá atrás a mulher servia ao marido, nada mais que isso! contudo, passado quase 100 anos, mudou alguma coisa? E se mudou, mudou para melhor? 

Observação: não vamos generalizar nada OK?

Em meio a tanta vulgaridade, sim! a mulher está até cuspindo igual a homem, pra não falar outra coisa, ainda assim, tem quem ainda se respeite. Outras Sinhazinhas estão sofrendo nas mãos de novos coronéis, disfarçados, porém, ainda coronéis, da pior espécie. Uma pena!

Nesta terça dia 31, Maitê Proença se despede de Gabriela. Ela será morta pelo marido, mais uma né? E que a trama sirva como exemplo, tardio, mas que sirva! E Maitê conquista seu melhor papel na TV: linda! Vá se arrumar, que eu preciso lhe usar, a frase chega a ser engraçada para os dias atuais, virou até hit na internet, só que ainda choca e assusta! 

Gabriela Catatau!

                      Juliana Paes de Gabriela é pura sensualidade, ok! Juliana de Juliana já é por si só sensual, mas levanta a mão quem não está maravilhado com a brejeira gostosa da novela das onze da Globo. Unânime né? Semana passada foi ao ar a cena mais aguardada (sic) por todo mundo, Gabriela sobe no telhado para pegar uma pipa. A emissora ficou descontente porque a audiência não foi a esperada. Século 21 gente! Walcyr Carrasco erotizou a história, ainda mais do que ela já era! Mostrou a bunda perfeita da atriz inúmeras vezes, depois disso tu acha mesmo que maninho está preocupado em ver a calcinha da protagonista? Por favor! 
E queridos! não pense que estou criticando os novos tempos não! A ideia central era essa, nos informaram que na novela das onze o horário permite muita coisa, e o pornôtube vicia, um fato. Apenas estou dizendo que o público da novela quer ver nudez mesmo, quer ouvir sacanagens, mas claro! sem agressão! Primeiro deveriam ter mostrado a Juliana de calcinha, e depois sim a bunda, e não o contrário! Homens gostam de ser atiçados, gostam da conquista, e Gabriela apareceu nua de cara! E também gostamos assim, afinal! Gabriela 2012 não tem mais 20 anos! É uma mulher feita, que sabe o que quer. Então, não forcem a barra não!
A Globo não pode reclamar, a novela pediu os telespectadores mais pervertidos e agora quer pagar uma de santa, hipocrisia medíocre!



sábado, julho 28, 2012

Só de calcinha!

                     Enquanto bonecas brasileiras correm atrás de fotinhos parecidas que vão parar na internet - sim, estou falando de Chatolina Dieckmann - Lady Gaga faz a pose, fotografa e ela mesma divulga. Perde a classe, mas não paga o mico de santinha desmascarada.

É a Record nas Olímpiadas 2012!

         A apresentadora da Record, Ana Paula Padrão, cometeu a gafe do ano. Durante a transmissão ao vivo da abertura dos Jogos Olímpicos, ela confundiu o nome do jornal que apresentava, citando sua antiga emissora, a Globo. Ao vivo Ana Paula comenta: "Você está assistindo ao 'Jornal da Globo' ao vivo de dentro do Estádio Olímpico de Londres". Com um leve sorriso a apresentadora contorna a situação dizendo: "De dentro do Estádio Olímpico de Londres este é o Jornal da Record para você". 

sexta-feira, julho 27, 2012

Avenida Brasil ao som de Lara Fabian

       Ok, a Carminha (Adriana Esteves) aprontou muito, mas muito em toda a sua vida, e a Rrrrita (Débora Falabella/ Mel Maia) sofreu um bom bocado. Mas ontem, na cena em que a patroa Nina (Débora Falabella) corta os cabelos da ex-madrasta fiquei arrepiado com tanta maldade. Chocante! Nina é pior que Carminha, coisa que antes eu até duvidava. Tortura, ninguém merece isso, ninguém. Ou não faz nada ou mata de uma vez. As atrizes estão soberbas. E nunca houve uma novela como Avenida Brasil na história da teledramaturgia. Parabéns. Um palpite: lembram de Thelma & Louise, o filme? Nada me tira da cabeça que este será o final das duas personagens, o que seria um marco. 

Voltando a cena de ontem: nem Camila (Carolina Dieckmann) raspando a cabeça em Laços de Família, em 2000, me causou tanta revolta. Juro, eu odeio a Nina!

Veja a cena aqui.

Robert Pattinson em O Tufão Gringo


            Caíram na rede as fotos de Rupert Sanders e Kristen Stewart, que é namorada de Robert Pattinson. Rupert, casado, é o diretor e ela atriz principal do filme Branca de Neve e o Caçador.
Não adiantou nada os fãs inconformados do casal principal do filme Crepúsculo alegarem, nas redes sociais, que as fotos são montagem. A atriz assumiu a traição e pediu desculpas públicas.
"Estou profundamente triste pela dor e constrangimento que causei às pessoas próximas a mim e a todos que foram afetados. Esta indiscrição momentânea comprometeu a coisa mais importante na minha vida, a pessoa que eu mais amo e respeito, Rob. Eu o amo, eu o amo, eu sinto muito."
A mulher do diretor, Liberty Ross, começou a se vingar da mocinha pelo Instagram. Ela publicou uma foto da Branca de Neve bêbada, com a seguinte legenda: "Nem tão bonita, nem tão pura, no final das contas". Toma!
Ainda sobre o caso da traição dos vampiros, o Tufão gringo, Edward estaria em choque com o par de chifres que levou da Bella. Coitado! Mas ainda lembro que uma vez ele disse em uma entrevista que tinha alergia a vaginas. O tal diretor, pelo jeito, não!!!
Sinceridade, alguém, um dia, acreditou de verdade neste romance?



quarta-feira, julho 25, 2012

Nina, manda a Carminha arrumar o meu quarto, por favor! Novela das nove é a mais nova mania nacional, Facebook, Twitter, Tumblr, e claro, uma audiência nas alturas comprovam o fenômeno

                       Primeiro ato: Carminha (Adriana Esteves) joga toda a sua raiva em cima de Nina (Débora Falabella). Adriana até então roubava a cena, e muita lição de moral para a ex-enteada, muita. A Rrrrita comeu o pão que o diabo amassou, literalmente. Segundo ato: Nina é enterrada viva (OK! esperávamos mais, como que pode o ser humano ficar tão empolgado com a maldade, mas levanta a mão quem não torceu para, no mínimo, fecharem a cova! Todos torciam, né não?). Ambas seguraram lindamente a cena, épica! Terceiro ato: Nina conseguindo sair da cova. Digna de filme dos bons, gente, direção incrível, fotografia, atores, autor! João Emanoel Carneiro conseguiu o topo, e olha que depois de A Favorita, quem diria que podia sair da cabeça dele algo melhor. Aprende Aguinaldo Silva! Adriana x Debora, Anderson Silva x Sonnen, Nina e Carminha são bem mais fortes, Chuck Norris é formiguinha perto delas, grandes atrizes em grandes papéis, num duelo de titãs, onde ninguém sabe (só o João Emanoel mesmo, e Deus, claro!) quem ali mete mais medo, se é Nina ou se é Carminha. Visto o capítulo histórico (de número 102) do último sábado, 21 de julho de 2012, Carminha parece imbatível, Flora (Patrícia Pillar), Maria de Fátima (Glória Pires), Nazaré (Renata Sorráh) e Maria Altiva (Eva Wilma) tem uma concorrente à altura. 
Só que Nina ressurgiu, bela, forte e terrível, dois capítulos depois e quem disser que não dormiu, ontem, terça-feira, dia 24, com a frase "me serve vadia! me serve' martelando  estará mentindo. A vingança sem medidas de Nina não lembra nunca traços de uma mocinha de novela e nem a memória de uma Mel Maia lindíssima nos capítulos iniciais conseguem salvá-la, Nina pode ser tudo, menos do bem. 
Os últimos capítulos de Avenida Brasil, estou contando desde o de quinta-feira passada, estão fervendo, e nunca, nunca na história da Rede Globo de Televisão o Jornal Nacional pareceu tão longo, o que assim comprova por A mais B que o atual folhetim das nove é um inegável sucesso. Virou mania nacional. Bravo! 

A festa Ploc da Xuxa!

         Festa Ploc, os anos 1980 vão voltar neste sábado na Globo, vai ser na TV Xuxa especial, imperdível, assim como as fotos que ilustram as páginas da Revista CARAS desta semana, que traz Xuxa e Luiza Brunet numa reedição a saudosa década do Brega & Chique. Sou vidrado nas duas, ainda ícones de beleza, trinta anos depois. Jóia!

Não seria mais apropriado uma capa com Justin de fraldas?

       Extra, extra! Meu Deus, o que será de tão extraordinário a notícia que aqui segue. Veremos agora: 

Justin Bieber mostra como será a capa de sua biografia autorizada. Ok, dirá você, vai dormir Mr. TV! Calmaria gente!! E onde ficam os fãs do menino, repito, onde ficam? Para as fãs de Justin Bieber que esperam ansiosa a biografia do cantor, aí está a capa da publicação. Não espero muita coisa da biografia de um jovem de menos de 20 anos, mas quem sabe lá teremos alguma revelação bombástica, algo do tipo meu primeiro beijo, minha primeira vez... 


Vejam:

segunda-feira, julho 23, 2012

"E agora Nina?"

        Tem gente que se acha mesmo né? Susana Vieira declarou na última semana (num programa da Band) que a atriz Adriana Esteves é ela amanhã. Oh Susaninha, querendo embarcar no sucesso da Carminha, putz! é muita cara de pau né? Ou uma autoestima muito elevada. Jesus Cristo! Vamos torcer para que isto não se profetize, Adriana Esteves não merece isso, não mesmo! E falando na Carminha, gente! é a pior vilã de todos os tempos. Cruzes!

Nem de graça!


          Uma pessoa sem muito juízo e com dinheiro sobrando na carteira pagou 230 libras, cerca de 361 dólares, ou ainda algo em torno de R$ 722, por uma torrada velha que foi servida ao príncipe Charles no dia do seu casamento com Lady Di, em 1981. Uma ex-funcionária do palácio real guardou carinhosamente a torradinha e ainda explicou como o pedaço de pão foi parar em suas mãos:
"Na época, minha filha era empregada da coroa e uma de suas tarefas era recolher a bandeja de café da manhã do príncipe Charles. Eu estava com ela no corredor e vi que o príncipe Charles havia deixado um pouco de torrada na bandeja. Eu vinha pensando em uma lembrança do casamento, vi a torrada e pensei comigo mesma: 'Por que não?"

Pode uma coisa dessas?

quarta-feira, julho 18, 2012

Cacildis! Vou me empirulitar

     Talvez os que hoje acessam a internet nem lembrem, ou nem conheçam, mas que falta faz os Trapalhões. Pouco foi falado aqui deles, pouco! Mas toda vez que aqui estiveram, o carinho por tudo que eles somaram foi enaltecido. Lindos! Desde o Tião Macalé ao Didi. Zacarias sempre foi meu preferido, sua alma de criança sempre contagiou, mas se tem outro que ainda deixa um vazio, este se chama Mussum. O facebook vem homenageando o artista, e o personagem, imortais. É bom demais da conta. O que demonstra, desde já, toda a importância do Mussum, que morreu jovem, aos 53 anos de idade, em 1994. Fora as outras tantas páginas dedicadas a ele. Segue um vídeo, é muita saudade, muita.

Antes, outras fotos:



terça-feira, julho 17, 2012

Encontro com o Sono, Ops! Errei.

         O SNL fez uma paródia do programa da dona Fátima Bernardes. Ok! Todos sabem que eu gosto muito da apresentadora, mas como ninguém vê mesmo nenhum dos dois programas (OPS! foi muito mal isso, desculpem!) assistam aqui, em primeira mão, rs.

Filho de peixe, peixinho é? Nem sempre!


              Bruno Mazzeo foi dar uma informação desencontrada e acabou mexendo com quem não devia: Roger Moreira. O vocalista da banda Ultraje a Rigor não gostou nadinha do seguinte comentário que o filho de Chico Anysio fez no Facebook:
"No Dia do Rock fico pensando no Ultraje a Rigor, uma das bandas preferidas da minha juventude, vivendo um fim de carreira dramático".
Olha a lavada que o cara recebeu de Roger:
Coisa feia, Bruninho, confundir uma coisa com outra! Nunca te dei motivo para você ser babaca comigo. A menos que você não possa evitar. Sempre te tratei com respeito e consideração, inclusive quando lhe cedi minhas músicas, para seu finado programa e para seu filme, quando você parecia pensar diferente sobre minha carreira. Carreira, aliás, de mais de 30 anos! Seria até natural se eu estivesse decadente, mas, ao contrário, acabo de lançar um disco que está em primeiro lugar entre os mais vendidos no iTunes. Veja só! O CD nem saiu ainda! Meu nome está escrito de maneira indelével na história da música desse País. O seu, se você tiver sorte, pode um dia ser mais do que uma nota na história de Chico Anysio. Para falar de decadência, você precisaria, no mínimo, ter estado no topo um dia. Mas você é garoto, tem chão ainda. Aprenda com seus erros. Quem sabe um dia você chega lá? Boa sorte! Você vai precisar". 
Bem feito pra ele!

segunda-feira, julho 16, 2012

As marcas de um 1989 ainda onipresente. Os protagonistas da história? Fernando e Rosane Collor. A ex primeira dama, agora se converteu e vem a público denunciar o ex marido, claro, isso sem antes pedir melhoria em sua pensão

                Rosane Collor recebe R$ 18 mil de pensão e acha pouco (veja!). Intrigante, né não? Gente, em 1989, eu tinha seis anos de idade, nesse ano meu avô morreu! E como eu lembro desse dia. Muito triste. Enfim, era um garoto considerado normal aos parâmetros daquela época, via Xou da Xuxa, frequentava o Jardim de Infância (até o Pré eu fiz), brincava muito. Muito, muito. Contudo, lembro como se fosse hoje de um episódio, marcou mesmo! lembro das risadas de meu pai e de minha mãe. Os dois me pediram pra escolher dentre dois nomes, Lula ou Fernando Collor de Mello. Analisei, olhei de novo, naquela de olhar para a cara deles e ver se ambos me davam alguma pista de qual deveria escolher. E o medo de ser repreendido? Porém, foi só minha mãe dizer, vamos, escolha, não tenha medo, pronto! Collor foi o escolhido. Collor era o mais bonito, tinha jeito de homem de bem, que gostava de criança, sei lá! Observação importante, não sou, não virei e nem apoio o PT, mas isso aqui não é nenhum debate político, mas pode servir pra alguma coisa, ou não! Na mesma hora, minha mãe riu para meu pai como quem dissesse: -'Viu, quem sai aos seus não degenera', claro, se vangloriando. E eu lembro de ter ficado muito feliz. E a merdança do que aquele governo fez, todo mundo está cansado de saber. Como visto, eu teria votado nele, oras! Gente, não somos mais burros né? Ou somos? 
Continuo vendo a Xuxa, não mais com aquele olhar fanático, assisto porque gosto do programa, e também só quando ele me interessa, ok! ela dirige um porshe, errou, erra e de repente pode ser esse monstro que muitos pintam, mas a afeição não acabou. Mas não me pergunte o porquê. Ou perguntem. Acho que existe ali um sentimento de que nem tudo que eu vivi na infância foi só ilusão, é o fio da meada, algo que ainda grita bem lá dentro da alma, sonhe! Da mesma forma que eu ainda olho para a Zélia Cardoso de Mello e enxergo uma bruxa, cruzes! 
E a Rosane está chateada com Fernando Collor de Mello porque ele paga só (só?) dezoito mil reais de pensão. Passados mais de vinte anos de tudo que este homem provocou contra o povo brasileiro, engolimos a seco tudo isso, afinal a Dilma Roussef, remanescente do Lula, que disputou com o algoz em 1989, aumentou seu salário e claro, de seus aliados, em mais de 149%. A nós, R$ 622, e que morram de fome quem não conseguir sustentar suas famílias com isso.

quarta-feira, julho 11, 2012

Borboleta Amy

         Na véspera do aniversário de um ano da morte de Amy Winehouse, Janis Winehouse, a mãe da cantora, revelou ao The Sun que acredita que a filha tenha reencarnado como uma borboleta. "Eu tenho certeza que ela voltou como uma borboleta porque ela teria amado a liberdade de voar", disse. Janis, como não poderia deixar de ser, falou do quanto sente falta da filha: "Há um buraco enorme na minha vida - eu costumava falar com Amy todos os dias. Às vezes eu acordo chorando". Deve ser muito difícil para uma mãe viver sem sua filha, afinal esse não é o caminho normal da vida, sempre se espera que os pais morram antes dos filhos. E eu, eternamente admirador da cantora, adorei a ideia da borboleta Amy. Achei muito lindo isso. Mesmo! 
Em tempo: cada um se apega naquilo que acredita, né? Se vai amenizar a dor dela, que dona Janis faça um viveiro de borboletas no jardim de casa e chame-as todas de Amy. 

segunda-feira, julho 09, 2012

Música que gruda



          GOSTEI DE UMA MÚSICA. VOU OUVIR UMAS 500 VEZES!!! Vai me dizer que você também não é assim? E viva o ser humano, que se diz tão diferente (somos todos muito semelhantes, né não?), ok! ouçam a música (é só clicar no Play ali em cima), eu já tinha escutado ela várias vezes bem antes, e muitas e muitas! Mas ela me pegou numa dessas segundas-feiras meio chuvosas. E não sai de jeito nenhum da minha cabeça. E vamos brincar um pouquinho? Escreva aí qual é a música que você, ali, do outro lado, está ouvindo, sem parar, vamos! Responde logo, sua mão não vai cair. :)

sábado, julho 07, 2012

Dissecando novelas

         O Comédia MTV, tinha que ser eles, aprontou mais uma das suas e tirou a maior onda com as telenovelas. Assistam:

sexta-feira, julho 06, 2012

Na Moral, o novo programa do Bial estreia com 12 pontos de audiência

        Estreou o Na Moral, o novo programa do Bial. Sofisticado! Talvez Pedro Bial seria uma nova Oprah, e não Fátima. Eu vou ser sincero. Eu gostei dos dois programas, mas ambos precisam aprofundar mais seus temas. Com certeza o apresentador vai se ver encurralado com a audiência. Programas deste tipo só dão IBOPE com um certo sensacionalismo. Infelizmente. A Fátima precisa de polêmicas. E parem de querer que ela fale para a classe C, a deixem ser ela mesma. E investir pesado no jornalismo. A moça é fera, vai longe, se assim deixarem. Ok! Mas o post é do Pedro. E com ele não é diferente. O apresentador é um poeta. Cronista de mão cheia, o Na Moral chegou ontem para satisfazer seu ego, eu particularmente, amo de paixão suas crônicas, mesmo! Ele gosta disso, ama debates inteligentes, ama o politicamente incorreto, e com a frase "É viado, bicha ou homossexual? Como se fala?", Pedro iniciou seu talk show, um programa-cabeça que se não se cuidar vai virar algo muito chato de assistir. Mas todavia, foi bom, eu gostei. E viva as pessoas inteligentes!


Em tempo: segundo dados do Ibope, a atração marcou 12 pontos de média.


A Globo, que não quis passar o primeiro jogo da final da Copa do Brasil, mas cedeu a transmissão para a Band, teve de ver Gabriela passar o maior sufoco: durante o confronto, por diversas vezes a emissora paulista se viu em primeiro lugar com picos de até 16 pontos. No final, o placar foi de 15 para a novela contra 14 do futebol. O resultado foi bom para o Palmeiras (2 a zero contra o Coritiba), que está a um passo de garantir a primeira vaga para a Libertadores 2013. A de 2012 foi do seu arquirrival Corinthians.  

Curti muito a série Anger Management, com Charlie Sheen no papel principal

        Levanta a mão quem amava o Two and a half men com Charlie Sheen no papel principal. Muita gente né? Li uma vez, em algum lugar, que todo mundo tem um pouco de Charlie Harper, e não é que é verdade, é sim! Só para constar, eu não odeio o Ashton Kutcher por isso ok? Mas seria a mesma coisa que assistir Avenida Brasil sem Adriana Esteves, ou seja, tem coisas que não dá pra mudar. Não é? O Charlie estreou sua nova série, esses dias, você chegou a ver? Ele é um drogado, vão dizer os elitistas, mas é sem dúvida, um dos melhores comediantes do mundo, com toda a certeza. A série chama-se Anger Management, e para quem tiver curiosidade, cliquem aqui e assistam os dois primeiros episódios. Muito bom mesmo!

Teria melhor papel do que um palhaço para Dani Albuquerque?

        Enquanto não volta para TV (precisa voltar não mulher!), Dani Albuquerque irá se apresentar com a peça "E Se.." (ela fez curso de artes cênicas, viu! a moça vai longe), no qual vai interpretar um palhaço. Sei que muita gente vai interpretar isso como maldade (e é) de minha parte, mas, com uma pequena adaptação, o nariz já estaria perfeito para o novo papel, né?! Doctor Rey vai estar na primeira fila, é sério! acreditem, ele confirmou presença logo que soube da notícia. 

quarta-feira, julho 04, 2012

Mulher no Brasil quando passa dos quarenta começa a ser descartada em todas as mídias!

                     Sabe aquela linha tênue entre o amar e o odiar: é com esse sentimento um tanto bipolar (e bipolaridade é com a Cássia Kiss mesmo) que começo meu assunto do dia. Cássia Kis Magro (Magro, Gordo, Feio, Bonito, que sobrenomes são esses meu Deus?), ok, deixemos isso de lado e tratemos de falar do que é a mulher depois dos quarenta no mercado de trabalho e como o blogue abrange o mundo da televisão (eu vou falar do que acontece nesse mundo, e caros! se acontece com elas, abram o olho, a sociedade continua muito machista) escolhi  a atriz, de 54 anos, a Ilka Tibiriça de Fera Ferida, idolatrada, salve! salve! profissional magnífica, estudiosa, um talento, para comentar sobre esse tipo de preconceito, que a mesma entoou numa entrevista para um jornal esses dias. Cássia, com certeza, lembra muito as personagens de Almodóvar, suas caracterizações são sempre esfuziantes, o oposto de outro monstro da TV, Glória Pires. Mais comedida, Glória empresta a seus personagens toda uma naturalidade que a torna fascinante na arte da interpretação e Cássia, por sua vez, abusa nos trejeitos e ainda assim, não erra. Nunca! Se citei Glória Pires num post que é de total exclusividade de Cássia Kiss é para mostrar as diversas nuances em que um ator pode chegar e brilhar, e no caso, ambas tem em seus currículos personagens marcantes. Isso chama-se talento. Aquele nato mesmo! Lindas de verdade! 
Na vida pessoal, Cássia aparenta ser uma mulher triste. Se diz bipolar, e pessoas bipolares são muito chatas. Ou complexas. Difíceis de lidar. E nada para Cássia foi fácil. Segundo a  mesma, teve uma infância complicada, ocasionadas por muitas agressões sofridas pela mãe, fez um aborto aos 17, péssimos casamentos, etc. Claro, que nisso tudo teve muitas alegrias também, os quatro filhos da atriz devem ser outros bons motivos para sorrir. Mas ainda assim ela me passa um ser genioso, o que não a torna menos admirável por isso. Cássia é verdadeira, acima de tudo - e pessoas assim incomodam muito - eu me sinto, às vezes, muito incomodado. Não estamos preparados para a verdade, quase sempre. O mundo é feito de meias-verdades, é mais bonito, mais crível. E muito errado! Entenderam o porquê do meu ódio por Cássia Kiss? Sim, né? Espero! Essa semana Cássia concedeu uma entrevista para Jornal O Estadão (o meu amigo Humberto correu para me mandar o link da entrevista, que claro, vou dividir com vocês. Cliquem aqui para ler a íntegra. E aqui, para os que ainda não conhecem o blogue do Humberto. Merchandising gratuito, que faço com gosto viu! (risos)). Ok! Mas uma coisa que me chamou muito a minha atenção foi essa frase: " Estou numa idade em que começo a ser descartada da televisão. Novelas são feitas para garotada. As moças bonitas têm mais espaço, mesmo mulheres de 30, 40 anos. E eu não sou bonita, não tenho um phisic que atraia, não fiz plástica. Para manter meu espaço, tenho de trabalhar muito, achar o diferencial e, infelizmente, tentar ser a melhor".  E não é que é a mais pura verdade. E ela não está sozinha nisso. A própria Glória Pires não é mais a protagonista absoluta, uma Meryl Streep ganha menos que uma Kristen Stewart, algo desnorteador né não? Meryl, Glória e Cássia estão no mesmo barco.
Para completar, vem a Globo e tira a Fátima Bernardes do principal telejornal do Brasil com o argumento que o sonho dela era se tornar uma nova Ana Maria Braga, me poupem né? Eu gosto muito da Fátima Bernardes, mas está na cara que ela saiu do JN porque  queriam um rosto mais jovem, escolheram a Patrícia Poeta, uma graça de jornalista, muito talentosa, mas a vez era da Renata Vasconcellos, porém de novo o fator idade impediu. E não adianta, nada tira isso da minha cachola, nada! Mulher no Brasil, passou dos quarenta, começa sim a ser descartada, verdade absoluta de Cássia Kiss, que vale para todas as profissões, todas. Uma pena! Por que mulher não pode envelhecer neste país? A Xuxa é outra que ficou velha para apresentar programa de auditório. E a vida segue, sem ninguém contestar nada. Já o William Bonner vai continuar lá, vai passar o bastão quando estiver bem gagá, podem apostar! Passa credibilidade e um certo charme.


                             Atenção! É bom eu esclarecer que não estou dizendo que os novos não devem ter sua vez, só acho que a maturidade só vem a agregar coisas boas. Agora entendem o porquê do meu amor pela Cássia? Cheia de pés de galinha, com alma sofrível, todavia sempre de coração aberto, ora desperta-me o ódio, ora o amor, ora sinto pena, logo, raiva. É um ser humano louvável. Cheio de erros, mas de muitos acertos. Mais acertos! Não adianta, ela causa essa bipolaridade na gente, né não?

segunda-feira, julho 02, 2012

A série da Globo As Brasileiras acabou, mas muitos episódios ficarão para sempre guardados em nossa memória. Bravo!

          Com a explosão da série As Cariocas, ano retrasado (o tempo voa mesmo), originou-se As Brasileiras, sucesso deste ano. E o programa era tão bom que até os piores episódios agradaram. Um leitor, que não quis se identificar, uma pena! pediu para que eu listasse quais foram os melhores episódios, os atores coadjuvantes e quais brasileiras brilharam mais. Ok! Aceito o desafio, voltei ao ponto de partida, relembrei todas as histórias e agora trago para vocês o top 5 dos 22 episódios apresentados. A Culpada de BH segue como o meu favorito, pau a pau com a Justiceira de Olinda, segundo colocado. Foram episódios muito divertidos e todos os atores estiveram em sintonia. E por incrível que pareça, foram estrelados pelas duas atrizes mais gatas de nossa TV (a Ísis Valverde e a Juliana Paes, respectivamente). Não é? Em terceiro, A Mamãe da Barra, com uma Glória Pires sensacional, como é de praxe. Amo a naturalidade com que ela desempenha todos os seus personagens, mesmo, mesmo! Se Hollywood tem Meryl Streep, nós podemos encher a boca pra falar: nós temos Glória Pires! Perfeita! Outro episódio que me deixou boquiaberto foi o da Patrícia Pillar. A Viúva do Maranhão foi outro desses episódios que divertem muito e trouxe consigo um emaranhado de sensualidade à flor da pele com pitadas de muito humor. Sensacional. Podem dizer o que quiserem, mas nenhum episódio foi tão engraçado como o de Xuxa em A Fofoqueira de Porto Alegre, ainda dou risada sozinho ao lembrar da participação de Bianca Byington, curti muito! E apesar de muitos torcerem o nariz com o episódio, muito por causa da Xuxa mesmo, eu já acho que ela foi muito bem sim! este  aparece na quinta colocação, sem culpa. Segue  o restante, em ordem decrescente: A Perseguida de Curitiba (Maria Fernanda Cândido, que eu nunca gostei, até então, a moça me conquistou, literalmente!), a Desastrada de Salvador, a Adormecida de Foz do Iguaçu, Maria do Brasil, a Vidente de Diamantina, a Apaixonada de Niterói, o Anjo de Alagoas, a Doméstica de Vitória, a Reacionária do Pantanal, a Indomável do Ceará, a Sexóloga de Floripa, a Sambista da BR-116, a Selvagem de Santarém, a Mascarada do ABC, a Invejosa de Sampa, a Inocente de Brasília e a De Menor do Amazonas. Mas acreditem, até o episódio da Maria Flor, teve seu charme, de verdade. Dentre os coadjuvantes os cinco atores que fizeram a grande diferença, muitos deles até brilharam mais que as protagonistas, são: Gregório Duvivier, guardem esse nome, esse rapaz vai longe na carreira, Bianca Byington, um primor! Ana Pires de Morais, a menina herdou o talento da mamãe, incrível sua desenvoltura em cena, um achado! Marcello Antony, que fez um galã diferente e foi o diferencial no episódio da estrela Patrícia Pillar, aponto, aliás, como a melhor coisa que o ator já fez nos dezesseis anos em que está no ar. E por último, Marcos Palmeira, lá do primeiro episódio. Perfeito!