BLOGGER TEMPLATES AND TWITTER BACKGROUNDS

quarta-feira, março 30, 2011

Maria vence o BBB e leva R$ 1,5 milhão







Se tinha uma coisa que valia a pena no BBB #11 eram as novelas mexicanas e o BBB Repórter estrelados sempre pela campeã do reality show. 

Maria foi protagonista do início ao fim.


 Enfim, Maria teve seu final feliz, com direito a príncipe encantado e pote de ouro no final do arco-íris.

"Maria, mariou!"


Amor, estranho amor


Em resposta a um leitor que assinou como anônimo, aqui no blog. 
Somos brasileiros e é de nossa natureza esquecermos de tudo, e acreditem, Xuxa mudou toda uma linguagem na TV, falou de igual para igual com as crianças, como nunca visto antes, durante e depois. Enfrentou todo tipo de preconceito (e ainda enfrenta!). Muito disso por ser mulher. Muito mais por ser uma linda mulher. Cresceu, amadureceu. A carreira não segue a forma meteórica dos áureos tempos do Xou da Xuxa,  mas somam-se quase 30 anos de carreira só como apresentadora (de sucesso!). A TV dos machões se curvou a beleza e ao carisma da loira. Nunca houve uma mulher como Xuxa. Fato!
Querido Anônimo (por que não assinar seu nome verdadeiro?), 
você pode até não gostar de Xuxa (é um direito seu! De repente até eu posso estar enganado, nunca se sabe!), mas o que ninguém pode esquecer é a história por ela só. 
Para atacar alguma pessoa temos que conhecer toda a sua história.


"Se você assistir ao filme Amor, estranho amor (de Walter Hugo Khouri ), ficará chocado com a exposição do jovem ator a cenas de conteúdo bastante erótico mas, se você se permitir adentrar àquele universo, verá que tudo aquilo se punha como necessidade do enredo proposto e imaginado pelo dramaturgo. A história é sobre um homem já maduro que, em flashbacks, recorda sua iniciação sexual aos 12 anos, quando fora devolvido à sua mãe, que morava e trabalhava como prostituta de luxo em um casarão de São Paulo.
Hugo é exposto à volúpia das prostitutas do local, que não poupam ousadia e insinuações para com ele, prontamente transformado em objeto de desejo de todas elas. É complicado pensar que um roteiro desse conseguisse aprovação pra ser rodado hoje em dia. Mas, à época, "Amor, estranho amor" trazia uma proposta que foi recebida pelo público de maneira diferente. Não se trata de uma "pornochanchada", como já vi ser rotulado em vários sites da rede. É, antes, um filme sensual e chocante, na mesma linha do genial Nelson Rodrigues, explorando o subconsciente sexual das personagens; permitindo que elas dêm vazão aos seus mais inconfessáveis desejos. Sob esse ponto de vista, criticar o filme de Khouri por sua "obscenidade" é o mesmo que atirar pedras contra a riquíssima e insólita produção de Nelson Rodrigues pela pornografia que encerra, tão necessária ao contexto em que se insere e no universo que pretende instaurar para o leitor.
O que estou querendo dizer é que se trata de um propósito artístico, e não de pura e injustificada pornografia como todos querem fazer parecer.
Faço tal introdução para entrar nos méritos da participação de Xuxa nessa produção.
Para quem não sabe, o filme foi rodado em 1979 e lançado para o mercado apenas em82. À época de sua filmagem, Xuxa ainda estreava como modelo e nem sonhava com uma carreira televisiva voltada para o público infantil. Anos mais tarde, totalmente envolvida com o trabalho para crianças e preocupada com a repercussão negativa que o filme teria para a sua imagem, a apresentadora buscou, por intermédio da lei, impedir a circulação e a comercialização da película, sendo atendida em sua requisição e tendo sido estipulada uma multa bastante alta à produtora, caso não cumprisse a decisão judicial.
Hipocrisia? Não. Xuxa nunca negou - nem poderia! - sua participação nesse filme e sempre tratou dele como mais um dentre os vários trabalhos voltados para o público adulto que fez em seu início de carreira como modelo.
Em entrevista a Amaury Junior, Xuxa revelou que seu único ressentimento em relação ao filme foi que, de repente, quando ela alcançou o estrelato junto ao público infantil, as pessoas transformaram "Amor, estranho amor" num filme "da Xuxa", quando, na verdade, os protagonistas eram Tarcísio Meira, Vera Fischer e o próprio menino, Marcelo Ribeiro. O fato pode ser comprovado pela mudança do cartaz utilizado para o filme: o original trazia Marcelo, de braços cruzados, com o título da obra. Depois do estouro de Xuxa na TV, o cartaz utilizado passou a ser o que vocês vêm abaixo, com a figura de Xuxa devidamente destacada da dos demais, em colorido.


"Amor, estranho amor" passou a funcionar como uma afronta ao trabalho infantil de Xuxa, ao mesmo tempo em que se valia de descarado oportunismo para ganhar os mercados nacional e internacional.
Com todas as ressalvas necessárias - confesso que me incomoda muito ver um pré-adolescente em cenas tão eróticas! - acho exagerada a reação das pessoas em relação às cenas de Xuxa com o garoto. Insisto: há um contexto. E, em última análise, julgar a apresentadora por um papel que fez no cinema seria o mesmo, por exemplo, que execrar Patrícia Pillar, atriz que eu amo, por ter feito uma personagem sórdida como a Flora, de A Favorita! Loucura pura! Patrícia NÃO É Flora, como Xuxa NÃO É Tamara! Se as pessoas não conseguem ver com bons olhos a participação de Xuxa neste filme, deveriam, ao menos, ter a lucidez de separar uma coisa da outra.
Em começo de carreira, o papel no filme foi um excelente divulgador para Xuxa, que teve a oportunidade de contracenar com grandes nomes da nossa dramaturgia. Recusar seria bobagem! Qual modelo não gostaria de, naquela época, ter tido a mesma oportunidade?
Verdade é que "Amor, estranho amor" já teria caído no esquecimento não fosse o fato de Xuxa ter feito parte de seu elenco. Fosse qualquer outra atriz em seu lugar, no mesmo papel, e o circo todo jamais teria se armado durante tanto tempo, rendendo tanta polêmica e discussão infundamentada.
Cansei de ver as pessoas fazendo observações maldosas, desferindo xingamentos ou mesmo se valendo de pseudoexorcismos para condenar Xuxa por sua participação nesse filme.
Concordo que o papel nada tem a ver com o trabalho que decidiu fazer posteriormente, mas como é que ela poderia adivinhar que, anos mais tarde, se tornaria a "Rainha dos Baixinhos"?
Às pessoas todas que insistem em emitir julgamento sem conhecer de verdade os fatos e sem atentar para os pormenores artísticos que eles envolvem, aconselho apenas o seguinte: vão ler, vão estudar, vão se aprofundar um pouquinho na literatura de boa qualidade pra ver quantas formas há de se tratar de um assunto tão delicado quanto rico como é a sexualidade humana, mola-propulsora da ação no enredo desse filme.
Vão conhecer um pouco melhor o que é o trabalho dos atores e das atrizes, que não necessariamente concordam com aquilo que fazem em cena, mas o fazem por força de um trabalho e de um propósito maior que está por trás daquilo.
Reflitam: dá pra julgar o caráter de um ATOR ou de uma ATRIZ a partir dos PAPÉIS QUE ELES REPRESENTAM? Se for assim, coitada da Beatriz Segall, que deu vida à maquiavélica Odete Roittman!
Bom senso não faz mal a ninguém, hum?
E se depois disso tudo, ainda houver quem fale bobagem, despeço-me com um sábio provérbio chinês que sentencia o seguinte:

"Quando for dizer alguma coisa, pense bem se o que tem a dizer é mais importante que o SILÊNCIO."

Pesquisa e texto: http://anavedaxuxa.blogspot.com

terça-feira, março 29, 2011

Mal-do-século








"A outra vertente, focada no individualismo, traz consigo o culto do egocentrismo, vazado de melancolia e pessimismo (Mal-do-Século)"... Uma vez Renato Russo disse com uma sabedoria ímpar: “Digam o que disserem, o mal do século é a solidão”. Pretensioso, digo que assino embaixo sem dúvida alguma. A literatura das aulas de língua portuguesa virou notícia esses dias. A morte da linda Cibele Dorsa. "Eu não morreria por amor, menos ainda me mataria por amor (eu posso até ficar mal, mas estou cada vez mais certo que não há quem mereça ser mais amado por mim que eu mesmo). Mas eu entendo essa moça. E mesmo não sabendo muito do que foi a vida dela, não conhecendo nada do trabalho dela, lamento muito pelo que aconteceu" (trecho do blog O Humberto Explica). A atriz, em seu twitter, por diversas vezes, demonstrou que precisava de ajuda. Ninguém apareceu, ninguém! A história é triste. Ela viu o noivo, Gilberto Scarpa, por quem era apaixonada, se entregar às drogas e ao suicídio. Ele se jogou do mesmo sétimo andar, na frente da moça, como prova de amor. Tudo muito surreal e desnorteante. Uma pena! Ela tinha dois filhos: Viviane , 8 anos, filha de seu casamento com o cavaleiro Álvaro Affonso de Miranda Neto, o Doda , que atualmente é casado com a bilionária grega Athina Onassis , e Fernando , 12, fruto da união com o empresário Fernando Oliva.

Lamento, eu não consegui suportar a morte nos meus braços, mas lutei… Até onde eu pude
Cibele Dorsa declara no twitter horas antes de se jogar do 7º andar de seu apartamento, onde seu noivo Gilberto Scarpa se suicidou há quase dois meses! 



domingo, março 27, 2011

A prática do bem

Xuxa chega aos 48 anos praticando o bem. Linda Xuxa! 
Com efeito, todos estamos em condições de fazer o Bem, nada importando que sejamos brancos, negros, amarelos ou vermelhos; pobres, miseráveis ou ricos; investidos de poder temporal ou não; intelectuais ou sem nenhum estudo, etc.
Não vou aqui pontuar o que Xuxa vem fazendo por aí, a quem interessar procura no Google, tem muita coisa lá e a loura tem minha total admiração. Feliz aniversário Xuxa.

Não praticar o mal, portanto, é um bom começo, mas não é por si suficiente. Não basta!







sábado, março 26, 2011

Começou bem...

O cravo brigou com a rosa e ... Walcyr carrasco, autor da nova novela das sete, Morde And Assopra, ressuscitou Catarina & Petrucchio. Adriana Esteves continua genial, onze anos depois. E Marcos Pasquim não é o que se pode chamar de um Eduardo Moscovis, mas nota-se uma melhora já na primeira semana em sua atuação (o ator sempre foi limitado!). O casal tem tudo pra ser sucesso. Quem ganha com isso? Nós, telespectadores. A novela é uma delícia, firme, leve, bem humorada. A primeira semana teve um Mateus Solano espetacular. E Flávia Alessandra, seu par na trama, promete. Vi algumas cenas no Youtube, "um teaser da novela", a robô interpretada por ela é perfeita. (Pelo menos, assim parece!) E aquela vaquinha ('tou' falando da vaca mesmo!) é um charme. Juro que não levava fé na história. Imaginem: combinar dinossauros com robôs? Queimei a língua, O Cravo e A Rosa, digo, Morde And Assopra começou incrível. E que assim continue...
Me apaixonei por essa vaquinha...



Agora sobra o filho, como sempre.

Dani Winnits, grávida de sete meses, e o ator-neném Jonatas Faro anunciaram nesta sexta-feira que estão separados. What? Aham, isso mesmo. A informação é do colunista Léo Dias do jornal Extra. Cantei essa pedra há tempos (eu e a torcida do Flamengo!). Na novela Insensato Coração, Jonatas aparece magricelo, muito magricelo, diria pele e osso, seria depressão? Bem ou mal qualquer relacionamento quando acaba é sempre uma dor. E a senhora Winnits quer o que? Gente, sei que a vida é dela e que não sou eu que pago as contas de nenhum deles, mas e o bebê? Ô dó! Não é machismo,  mas as mulheres perderam a mão, claro, sem generalizar. Independentes, fortes, femininas, delicadas, meigas, seguras. Mulheres assim não existem mais. (Ou melhor, existem, pero, no muchas!) Mulheres de fibra, aquelas que não transformam o amor e o sexo em algo tão banal. O galã da novela vai crescer como pessoa (quer queira quer não!) e espero que com isso adquire maturidade, pelo bem de seu filho e dele próprio. 
É Dani, tomara que a senhora tenha consciência de como seus filhos são importantes e que vão precisar de uma 'supermãe' daqui pra frente. Coisa que acredito que a mesma já é. Ou espero que seja! 
Reflexão:
Casamento virou utopia, mas eu quero fazer a diferença, construir algo sólido, como nos tempos de nossos avôs e avós (será que dá? Sim, sim!). A minha nonna e o meu nonno são a prova viva que com muito respeito, admiração mútua e companheirismo, o amor sempre vence. 
(The end...)
(?)
Contos de fadas não existem...

Sempre digo e falo com a propriedade de quem viveu essa situação, com a separação dos pais quem sofre são sempre os filhos. Sempre!!! Filhos se acostumam com a situação, mas nunca esquecem. Nunca!!! E o valor da família vai se deteriorando. Uma pena!
Boas novas a essa nova criança que está por vir e que ela seja muito feliz...

Saiu na Contigo!


Danielle tem escrito no braço: "Love for Johnny" (Amor para Johnny), enquanto Jonatas registrou: "Dani for Love" (Dani para o amor).




sexta-feira, março 25, 2011

Shakiro


Com vocês Shakiro (não errei não! é com 'o' mesmo!!!)



Tem Shakira e tem Shakiro. 
A voz é a mesma, mas... (é só a voz mesmo! rs)...

quinta-feira, março 24, 2011

A deusa deve estar louca!

Loira como Branca Letícia em Por Amor
A primeira novela que vi de Susana Vieira se chamava Mulheres de Areia e a personagem era um amor: Clarita. Logo vieram Rubra Rosa (divertidíssima) de Fera Ferida, Ana (adorável italiana) de A Próxima Vítima e Branca Letícia de Barros Mota (língua ferina) de Por Amor. Branca Letícia baixou em Susana Vieira. Literalmente! A diva loira enlouqueceu... Se acha o último biscoito do pacote, se intitula uma profissional ímpar (o pior de tudo é que isso é verdade), humilha quem está começando sempre com a desculpa que é estrela da maior televisão do país há mais de 40 anos e que é muito bem remunerada pelo canal. E? Quem não se lembra de Branca Letícia arrancando o microfone da repórter Geovanna Tominaga no Vídeo Show em 2009, tudo porque não tinha paciência com principiantes? O episódio do chiclete mastigado evidencia o comportamento medíocre dessa grande atriz. Por que? O que quer Susaninha Vieira com isso? Agora Branca Letícia de Barros Mota volta à TV em Lara com Z. Argh!!! Será que vou assistir? Será que alguém vai assistir? Em 1997 quando ia ao ar a novela Por Amor vi a superação de uma grande diva. Que nada! Catorze anos depois constatamos que Branca Letícia foi o personagem mais fácil da carreira da atriz e que a 'bobinha' Clarita da novela da Ruth & Raquel foi seu ápice. Clarita é o oposto de Branca, esta por sinal, apenas uma réplica de Susana Vieira, a atriz. Infelizmente. Isso é ruim para os próprios autores que podem ver suas histórias rejeitadas pelo público tudo por conta do despeito de seus intérpretes. O Aguinaldo Silva, célebre autor (Pedra sobre Pedra, Tieta, Senhora do Destino e dono da série Lara com Z), está procurando uma atriz para substituir Juliana Paes na nova novela das 9, Fina Estampa, que pediu afastamento da história para cuidar de seu filho ainda neném, e ao incluir a Carol Dieckmann (o penúltimo biscoito) entre as favoritas para encarnar a personagem, se viu diante de um acesso de fúria  de seus telespectadores. É ou não é preocupante tudo isso? Calma Susana! Ter fama, dinheiro, poder, não lhe dá o direito de maltratar empregados ou qualquer pessoa que seja. Estou longe de ser santo, mas tem coisas que me irritam muito, e a arrogância é um defeito repugnante. Salve, salve Susana Vieira, 'xô' Branca Letícia!!! 
Morena como Clarita de Mulheres de Areia
Amo as loiras, mas Susana Vieira morena é muito mais dócil!

Né não?




Vendo o vídeo... 


Não!

quarta-feira, março 23, 2011

Faleceu aos 79 anos, Elizabeth Taylor, a bela mulher dos olhos violeta...

"Quando as pessoas dizem 'ela tem tudo', eu respondo o seguinte: 'eu não tenho o amanhã'"

terça-feira, março 22, 2011

MinC dá 1,3 milhão para M. Bethânia postar poesias em blog. Hã?

 Sobre o financiamento de 1,3 milhão que a cantora Maria Bethânia ganhou para criar um blog de poesias, Lobão (sim, o chato do Lobão!) entrou na onda: @lobaoeletrico: “Sugeriria fazermos uma campanha tipo: DEVOLVE ESSA PORRA, BETHANIA!!! E não poupou críticas ao Minc, que autorizou a captação do dinheiro para o projeto de Bethânia: “puta que pariu!! ô, Minc! eu quero um blog de poesia pra mim!”@lobaoeletrico. Apoiado Lobão!!! (nunca pensei que um dia iria dizer isso!). Seria lindo se ela doasse uma parte do que ganhou (de seu público, que não é pequeno não!) para a confecção do tal blog sobre poesia. Acreditem, dinheiro não faria falta nenhuma a ela, pelo contrário, Bethânia passaria a grande heroína dessa história toda (M. Bethânia é a terceira mulher que mais vendeu discos no Brasil, perde apenas para Rita Lee e Xuxa, respectivamente). Fácil doar quando o dinheiro não é nosso. O dinheiro pertence ao contribuinte (nós! todos nós!!!) e sejamos verdadeiros, pagamos os impostos para isso? Maria Bethânia deve sim incentivar a cultura. Mas não dessa forma, não desse jeito, tenha dó! Sem grana, apenas com o intuito de ver o povo crescer. 


Né não? 

P.S.: A cantora Maria Rita, filha de Ellis Regina, cobrou do governo a bagatela de R$ 2 milhões para cantar músicas de sua mãe em um único show! Viu? 

Alguém duvida que (não) irão pagar???  

Cala a boca Lobão!!! (ou ainda vai sobrar pra ti...)

Sic!!!


sexta-feira, março 18, 2011

E o Hitler, sim o Hitler! pediu o chip para o Pedro...

"Pedro, cadê o meu chip" já foi motivo de um post aqui mesmo no Mr. TV e agora a pouco me diverti outra vez com toda essa história. A internet tem disso, podemos estar em dias ruins, tristes, ásperos, não importa, alguma coisa engraçada vem e muda nosso humor. Estou me sentindo sozinho, preciso rir um pouquinho, escrever pra vocês, mas sem nada para postar de interessante, "Pedro, cadê meu chip" é interessante, notícia velha, mas vale um re-post... Ahhh, antes de mais nada, acabei de rever a volta da série Prison Break na Globo. Quem lê o blog desde o comecinho sabe o quanto sou vidrado no seriado, acreditem, as quatro temporadas são meu sonho de consumo. Scofield, Sarah, Lincoln, ô série boa, criativa... Gostando de conversar com vocês, já não estou mais sozinho, 'tou' melhorando, sorrindo, obrigado! Muito obrigado! Segue os vídeos...



Abraços...

quarta-feira, março 16, 2011

Apesar de uma interpretação patética de Alexandre Borges, TI-TI-TI vai deixar saudades

Os dois lados de uma mesma moeda: enquanto Murilo Benício acertou o tom de Victor Valentim, Alexandre Borges destruiu seu Jacques Leclair, com a mesma facilidade.
A atuação berrante de Alexandre Borges complicou o enredo de Ti-ti-ti. Jacques Leclair foi um chato de galochas, com uma interpretação aquém dos comediantes igualmente chatos do Zorra Total. Diria que Alexandre Borges no remake da Globo está (foi) insuportável. Pudera: o ator, que começou muito bem, viu Cláudia Raia roubar a cena com uma impagável perua-louca e ao se ver como escada para a personagem Jaqueline descambou para o caricato. Perdeu a mão, literalmente. Foi patético, como nunca se viu antes em toda a trajetória do ator. Uma pena. Mas falar da atual Ti-ti-ti e não mencionar a personagem Jaqueline Maldonado é a mesma coisa que lembrar de Beleza Pura e ainda não ouvir o choro da Rakelly (Ísis Valverde). Cláudia Raia foi espetacular, a personagem nas mãos de uma intérprete menos habilidosa teria virado uma caricatura ridícula, mas não, a atriz imprimiu o humor certo, humanizou a personagem e acima de tudo foi verdadeira em cena, nos fez acreditar que Cláudia é assim mesmo na vida real. Bravo! 
Maria Adelaide Amaral trouxe na bagagem de Ti-ti-ti outros núcleos de outras histórias. Vide o  triângulo amoroso (veio de outra novela do saudoso Cassiano Gabus Mendes, Plumas e Paetês) formado por Renato, Marcela e Edgar (Guilherme Winter, Ísis Valverde e Caio Castro) que funcionou tanto, que alguns capítulos do 'the end' ainda não me decidi com quem Marcela deve ficar. E isso é um ganho na loteria. Gilberto Braga, autor da atual novela das nove, e Silvio de Abreu, dono da antecessora não obtiveram esse resultado e suas histórias foram comprometidas drasticamente. Malu Mader esteve a mesma Malu Mader de sempre. A Suzana me remete a Maria Clara de Celebridade, ou mesmo uma Márcia de O dono do mundo, bem no comecinho da carreira, enfim, uma atriz limitada. Boa do jeito que deve ser, mas nunca a patamares de uma Glória Pires, uma Eva Wilma, uma Adriana Esteves... Ti-ti-ti teve ainda uma Christiane Torloni muito mal aproveitada, realmente, uma pena e um Murilo Benício irresístivel. Apareceram no folhetim a Divina Magda de Meu bem, meu mal e o detetive Mário Fofoca, de Elas por elas. Vera Zimmermann foi jóia, e com isso sentimos muita falta do Mordomo Porfírio (Guilherme Karam), ele devia ter vindo junto, mas tudo bem, valeu assim mesmo. Já Luís Gustavo é sempre um show à parte. A direção de Jorginho Fernando também fez muita diferença. Ti-ti-ti foi um estrondoso sucesso e se ficar aqui falando da novela, vai dar muito pano pra manga, pois apesar das muitas falhas, a trama teve muito mais êxito. O núcleo todo de Victor Valentim foi um presente. Rodrigo Lopez e seu Chico foi o que se pode dizer, muito bom mano, e escutá-lo falando "perfeitamente, completamente, terrivelmente" foi um achado. A menina Mabi (Clara Tiezzi) foi a revelação do ano. Linda, linda! Ti-ti-ti vai deixar saudades e com certeza tem rumo certo ao Vale a pena ver de novo daqui alguns anos. A torcida apenas vai ser para que o Ministério da Justiça corte as cenas do Alexandre Borges, de resto, é só flores

segunda-feira, março 14, 2011

Tia Xuxa não cumprimenta a tia Marlene. E daí?

A rainha dos baixinhos Xuxa e a diretora Marlene Mattos eram unha e carne. Eram!!! E as duas se cruzaram em um shopping esses dias e acabaram desviando seus olhares. E? 
Xuxa e Marlene (mais Xuxa que Marlene) estão sendo duramente criticadas por críticos especializados. Dizem que o passado de amizade e sucesso não valem mais nada. Ainda as acusam de seres humanos tristes. Mesquinhos. Ninguém sabe o real motivo do desentendimento, tudo o que foi apresentado até agora foi (e é) especulação. Não estou saindo em defesa de ninguém, mas quem, repito, quem (?) numa fase de suas vidas percebeu que tal amigo não era tão amigo assim, ou por qualquer outro motivo deixou de conversar com uma pessoa? Até por algo banal??? As duas estão certas. Se não há mais afinidade, não tem nada que forçar uma barra! E a vida continua, para todos!

Quando uma devassa passa a outra para trás...

A Sandy Leah é a garota propaganda da Devassa (sério? Não diga!) e foi duramente passada  para trás por outra devassa. A filha da atriz Isabella Garcia, Gabriella, estilista, apareceu no camarote da cervejaria na Sapucaí, com uma blusinha da marca bem curtinha, sem sutiã, e uma meia calça (apenas uma meia calça!). Ser devassa virou modinha de momento. Enquanto isso, a lindinha, cuti, cuti, bonequinha Sandy vai ficando para escanteio. Detetives de plantão: será que nessa história toda temos o dedinho da Wanessa? É de se desconfiar... vamos investigar. Se cuida não, Wanessa!
Queremos a Sandy de volta! Volta Sandy!!!

A graça de Sandy Leah está no lado puritano que só ela tem. A Sandy Gaga não está com nada!!!

Uma "monstra"


Ela era assim...


...e está assim!

Cristiana Oliveira gorda! Indo contra todos os pré-requesitos impostos pela sociedade. O leitor e amigo Humberto disse num comentário esses dias isso (e eu assino embaixo): "No mais, eu tiro o chapéu pra Cristiana Oliveira. Alguém com problemas de balança como ela, encarar engordar 15 quilos, tem que respeitar". 


Desde que iniciou sua carreira, lá pelos idos de 1989, em Kananga do Japão, na TV Manchete, a atriz Cristiana Oliveira é sinônimo de beleza, sensualidade, boa forma. A ex gordinha da adolescência voltou a engordar. E tudo por conta de seu novo papel na TV, Araci, uma presidiária que vai infernizar a vida de Norma (Gloria Pires) em Insensato Coração.

 Fico imaginando o que se passa na cabeça de Cristiana, quantos complexos ela teve de superar!!!




Com certeza, uma grande atriz!

Linda Cristiana...


A atriz em dois tempos: antes e depois da fama.


sábado, março 12, 2011

De Bruna Surfistinha à Demi Moore

A Bruna Surfistinha do cinema está fazendo o maior sucesso. Eu vi o filme. Temos uma Deborah Secco espetacular, como nunca antes visto. É sério! Mas ainda fiquei sem entender o por quê que a Raquel Pacheco fugiu de casa e se tornou prostituta? O longa não explica. Fora por conflitos familiares ou por que a mesma se identificava com esse lado? Eu não sei. Ficou devendo. Mas passado isso, Bruna Surfistinha vale muito a pena, muito! Fica a dica. E já que estamos falando de Deborah Secco, viram a última da atriz? Não? Mr. TV conta. A loura, em entrevista à VIP desse mês, disse que todas as manhãs desenvolve um mantra para superar mais um dia sem trair o marido Roger Flores. Whattttt??? Aham, você não leu errado. Coisas de Surfistinha, ops, de Deborah. (Rá-rá-rá!!!) Estamos no mês das mulheres e Deborah lança uma pérola dessas. Ela deve estar exercitando seu lado humorístico, não há outra explicação.
Para ver o trailer do longa, clique aqui.
Ahhh, antes que eu me esqueça, tem outro assunto fervendo na internet. Demi Moore e Ashton Kutcher nus no Brasil. A revista Star flagrou. Os dois estavam hospedados na casa do casal “modelo, de bem com a vida, sem contas pra pagar, sem problemas para resolver, capa da Veja” Luciano Huck & Angélica, em Angra dos Reis. Que coisa não!!! 

Foto da Internet


quinta-feira, março 10, 2011

BBB Repórter

OPS...

(foto da internet)
Se tem uma coisa que é bom de ver no BBB é o humor refinado apresentado pelos seus editores. O BBB Repórter, apresentado na última terça-feira trazendo curiosidades sobre o Tubarão Maria foi uma brincadeira criativa e muito divertida. Um dos melhores momentos até agora...


quarta-feira, março 09, 2011

Audiência!


A novela das nove da Globo não está dando audiência. A Ana Maria Braga largou as panelas e agora só fala sobre desgraças. Aline, um bom programa é rifado sem dó nem piedade. O que acontece na Globo? Insensato Coração é uma boa trama, tem ingredientes fortíssimos para virar o jogo, interpretações espetaculares, direção ímpar. Insensato pecou ao apresentar os principais personagens aos poucos, foi um erro! O público gosta de tramas rápidas, e a novela das nove, que começou fervendo, está estacionada. O público gosta de romances. Insensato não convenceu com Marina (Paola Oliveira) e Pedro (Eriberto Leão), falta romance, falta a fantasia, falta o conto de fadas. Coisa que não faltava ao seriado Aline. Muito bem na audiência em São Paulo, Aline pecava no Rio de Janeiro. Boom! Explodiram a série!!! Uma pena, Maria Flor já havia me conquistado. Coisas da Globo! Tem coisas na Globo que eu não entendo mesmo, não consigo ou eles não deixam, sei lá. É minha emissora favorita, mas o Q de qualidade da emissora entra em choque quando um diretor como o Boninho, que tem muito poder lá dentro, muito! distorce todo um planejamento. Ana Maria Braga é a cara das donas de casa brasileiras. E fazia muito sucesso dessa forma. E não é que colocaram a dona de casa para falar de mortes, assassinatos, violência, e tudo isso regado a bolachas, café e sucos naturais. A Sônia Abrão, apresentadora da Redetv! e dona do A Tarde é Sua, programa que investe pesado na desgraça alheia metralhou essa semana a TV Globo e o programa Mais Você. Acusou a concorrente de copiar descaradamente seu programa. E ela está certa. Ana Maria Braga não leva jeito para isso, nem a Globo. Nunca vai dar certo. Sônia faz isso como ninguém. Ela e o José Luís Argh Datena, duas maçãs podres de nossa televisão. Sensacionalismo combina com os dois. Ambos fazem caras e bocas, fingem se comover com a dor alheia. Se precisar berrar, vão berrar,  se precisar chorar, vão chorar, e um minuto depois farão merchandising com um sorriso largo no rosto. Não se enganem com eles! Repito, Ana Maria não tem perfil para isso, acorda Globo! E aos que gostam de novelas, a atriz Cristiana Oliveira (Pantanal, De Corpo e Alma, Quatro por Quatro, Corpo Dourado) vai infernizar a Norma (Gloria Pires) no horário nobre. Detalhe: a atriz engordou quinze quilos para a novela. 

Abraços...

sexta-feira, março 04, 2011

Algumas verdades...


É Carnaval no Brasil!




Abraços...

SINGELA HOMENAGEM AOS MEUS AMIGOS BLOGUEIROS

Revirei o Baú do Jamal esta tarde e vocês não fazem ideia do que encontrei por lá. Peraí, vou contar!!! Uma galeria de revistas sobre novelascinegrafia, fotografias e muitas palavrinhas!!! de amor à Xuxa do tempo que o mesmo (sim, o Jamal!) participava do Fã Clube Seus Eternos Baixinhos. Tinha ainda um diário de bizarrices (e coisas legais) e cartas de amigos em comum como o Rodrigo Schmitz, o Railer, o Pupa (grandes figuras)... (Reticências!). Um detalhe importante que achei lá, diria até curioso, era um Anexo Secreto escrito com letras miúdas em um dvd, que dizia assim : "Seguidoras de Greg". Mas quem é Greg? Alguém sabe??? Olhei para um lado, depois para o outro. A Faixa estava Livre (quis dizer, a barra estava limpa, desculpem, é que estou nervoso). Fui ver do que se tratava. Morri de sunga branca ao ver aquilo. Tô ligado, tô concentrado, tô sabendo, tô apavorado. Cara, mas isso só o Humberto explica. Aí quem sabe o Blogaritmox mostra depois... (Reticências de novo)


(Nem vem, falei demais já)

Abraços carinhosos,
 Mr. TV