BLOGGER TEMPLATES AND TWITTER BACKGROUNDS

sábado, janeiro 30, 2010

O novo visual de Sandy


A cantora Sandy (ex Junior) completou 27 anos na última quinta-feira e resolveu mudar o visual. A foto foi divulgada do twitter de Sandy e tirada pelo Wanderley Nunes no dia em que ele cortou. Taí, eu gostei!

Meu nome é Jorge, da borracharia!

Nada para fazer, amigos aqui em casa, e Youtube como passa-tempo. Eis que encontramos esse vídeo aí embaixo, muito engraçado, Jorge é um borracheiro... (não vou contar o vídeo não, fiquem calmos!)Stand up Comedy com Cris Pereira. 

quinta-feira, janeiro 28, 2010

I not love you


No final do ano passado a apresentadora Xuxa deu uma entrevista bombástica ao Jornal Hoje. No programa ela reverenciou seu antigo namorado Ayrton Senna e acabou selando o fim de uma relação de mais de doze anos com o ator Luciano Szafir. Bom, isso não é novidade para ninguém, mas nos últimos dias pipocaram na imprensa indícios que a eterna rainha dos baixinhos estaria de (love) namorico com o cantor Victor, o loiro da dupla Victor and Leo. A resposta você encontra aqui, AQUI mesmo, no MR. TV ! Em entrevista ao TV FAMA, da Redetv, Victor colocou um ponto final nos boatos. Confira:


E agora?

Novas séries esquentam o horário nobre na TV


O Sbt deu um tiro certeiro ao criar um horário de enlatados para concorrer com A Fazenda e as novelas da Record. Sobrenatural estreou e assumiu com folga a vice-liderança. Mas eis que das cinzas a TV dos bispos ressurge ainda mais forte. O gol de placa foi dado na última segunda. Claro, como não poderia deixar de ser, mais uma vez a rede Record lança de uma cópia, mas não há como fechar os olhos: foi uma jogada de mestre dos grandes executivos do canal de Edir Macedo. Sobrenatural terminou e deu lugar a Gossip Girl no Sbt. Duas séries com públicos totalmente diferentes. Gossip Girl, a garota do blog, ainda é desconhecida, é inédita, já CSI é aclamada já, e a Record utilizou dessa estratégia para barrar a concorrência. E vem conseguindo! Mas se engana quem acha que está sendo fácil, A garota do blog estreou com 6 pontos de audiência, seu segundo capítulo marcou 7 e o terceiro 9. São 3 pontos em três dias. E CSI continuou com os 10 pontos do início. Aposto numa briga feia, e nós, telespectadores adoramos isso. Abaixo, a introdução das duas séries.

quarta-feira, janeiro 27, 2010

Saudade do SAI DE BAIXO

Segue a íntegra de um episódio do melhor humorístico da Globo de todos os tempos. 



Tipos de pobre:


Viver a vida melhorou


Na roda de amigos, trabalho, academia e  Viver a vida começa de novo a entrar na boca do povo. Voltei a ver a novela das 8 da Globo. E me surpreendi com o que vi. Cenas fortes, alegres, com diálogos incríveis. Manoel Carlos acordou! A audiência ainda é pífia: varia entre 30 e 35 pontos, mas acredito que deva aumentar nos próximos capítulos. Natália do Vale foi a escolhida para dar vida a vilã da trama (já que a personagem de Giovanna Antonelli é carta fora do baralho) e aposto numa reviravolta retumbante na história. E Taís Araújo hein? Criticada pela grande massa de críticos no começo, deu a a volta por cima e hoje brilha na pele de Helena. Das novelas do autor, considero esta Helena e a Helena de Regina Duarte na novela História de  amor as melhores construídas. Bravo Taís! E o par romântico principal da trama? Luciana e Miguel é um amor lindo sem ser enjoado. Alinne Moraes (nos deu um susto essa semana, mas já está de volta ao batente) em seu melhor momento na TV e Mateus Solano, um talento indiscutível. Estou na torcida por Viver a vida, espero mesmo que a novela suba na audiência e, claro, nos presenteie com boas atuações e um ritmo mais aguçado.

terça-feira, janeiro 26, 2010

As recordistas do cinema brasileiro

Xuxa e Gloria Pires, nessa ordem, são as mulheres mais vistas no cinema brasileiro na última década.


Levante a mão quem lembra ter visto Gloria Pires não ter brilhado na TV com seus personagens? A atriz é unânime  no mundo das novelas e agora tem sua atuação também muito elogiada no cinema. Prova disso é o sucesso de Lula, o filho do Brasil. Gloria faz a mãe do então presidente do Brasil e rouba a cena num papel regado à emoção. O filme segue a trajetória de Dona Lindu, uma mulher cheia de coragem e determinação, criando seus muitos filhos com poucos recursos, em todos os sentidos, e termina com sua morte. Glória convence no papel de nordestina pobre, analfabeta, que constrói uma sabedoria de vida, se valendo de provérbios populares, um tanto de resignação e muita luta. É um papel marcante. As situações vividas pela personagem são dramáticas praticamente todo o tempo.



Xuxa não é o que poderíamos chamar de boa atriz, na verdade, ela é ruim mesmo, mas a apresentadora (nessa função ela é imbatível) da TV Globo é sinônimo de sucesso de bilheteria. Xuxa em O Mistério de Feiurinha já levou quase 1 milhão de pessoas ao cinema. O filme não é ruim, mas deixa a sensação que falta alguma coisa. Fico pensando: a história do livro é bárbara, imagina uma relíquia como essa nas mãos de um grande produtor do cinema? Xuxa tem recursos para ir além, mas sabe se lá o porquê assim não o faz. Mais qualidade Xuxa, por favor! 
Às recordistas da década, nossos parabéns.

Manoel Carlos fala: "Reconheço que pesei a mão"


Manoel Carlos, autor da novela Viver a Vida  falou ao jornal O Estado de S. Paulo, segundo a Quem, sobre a repercussão da novela e as reclamações do ritmo da trama.
Nunca me falaram do ritmo, mas ouvi comentários sobre a dramaticidade da história, onde eram expostos muito sofrimento e muita tristeza, com excessivo realismo. Um vale de lágrimas, enfim. Reconheço que pesei a mão e isso pode ter afugentado o público, mas não encontrei maneira de fazer diferente. Eu precisava de toda aquela dor para caminhar rumo à superação. Essa fase de sofrimento já acabou - disse ele.
Outro ponto abordado por Manoel Carlos seria Luciana, personagem de Alinne Moraes, aparecendo mais que HelenaTaís Araújo, que é a protagonista da trama. Ele explica que a novela passa uma mensagem de superação, e o símbolo disso é Luciana.



O papel do protagonista não deve ser medido pela sua presença e, sim, pela sua onipresença, que é a presença em todos os lugares. E a Helena ocupa essa posição. Tudo se relaciona a ela, a começar pelo acidente da Luciana, que é o que deflagra a história que estou contando - defende Manoel.
Sobre a Helena de Taís Araújo, ele ressalta que ela atua admiravelmente bem, como ele a construiu.
No início senti não uma rejeição, mas um certo estranhamento por uma parte do público, mas deixei de sentir a partir do capítulo 50, aproximadamente - finaliza.
Dentro da TV Globo há quem afirme que Manoel Carlos já tenha recebido um pito da direção e que o mesmo prometeu agilizar a trama. Assim esperamos...
Fonte: ClicRBS

domingo, janeiro 24, 2010

Hebe Camargo

Agora a pouco, a maior apresentadora do país Hebe Camargo concedeu uma entrevista para o Fantástico, da rede Globo. Incrível a força dessa mulher! Aos que perderam, eis o vídeo (agradecimentos: http://video.globo.com/). "Eu não tinha noção do que o Brasil gostava de mim” disse ela.


Abaixo, alguns vídeos com uma Hebe engraçadíssima. Vale a pena conferir.




sábado, janeiro 23, 2010

Viver a vida vem com tudo


Ingrid será vilã a partir de agora:

O povo estava reclamando que Viver a Vida não tinha vilã. Pois agora terá. E será a fotógrafa de mulheres maduras. Isso mesmo, a Ingrid (Natália do Vale).
Irritada com a presença de Luciana (Alinne Moraes) na vida de seus queridos gêmeos, ela se transformará em arqui-inimiga da nova queridinha do Brasil, principalmente depois do casamento da ex-modelo com Miguel (Mateus Solano).
Ingrid inventará mentiras sobre a nora e terá fortes embates também com Tereza (Lília Cabral), que fará tudo para proteger a filha.

Tereza atrai a atenção de homem em um bar; Luciana incentiva:

Nos próximos capítulos de Viver a VidaTereza (Lília Cabral) convida Luciana (Alinne Moraes)para dar uma volta. Segundo o site da novela, elas vão a uma lanchonete e um acontece um fato inusitado com Tereza: um homem na faixa dos 50 não tira os olhos dela. Luciana vê a cena e brinca com a mãe: “Aquele bonitão tá olhando pra você”.
Tereza fica curiosa para saber quem o pretendente, tenta disfarçar, mas não consegue e fica vermelha. Luciana acha engraçado o jeito da mãe ficar sem graça. Tereza explica a situação para a filha.
Veja como será o diálogo:
Tereza: Não tenho prática, filha. Aos dezessete anos olhei pro seu pai e nunca mais olhei pra ninguém!
Luciana: Você não sente falta de um homem?
Tereza: Sinto falta de uma companhia.
Não satisfeita, Luciana pergunta se a mãe não sente falta de fazer amor com um homem.
Tereza: Sinto falta, claro, como é que eu vou negar… Mas não posso ir pra cama com o primeiro que me convidar. Preciso sentir um encantamento, uma atração sincera e forte. Sempre fui mulher de um homem só.
Quando as duas olham para o lado, o bonitão já saiu da lanchonete. 

A morte de Sandrinha:
Todos os noveleiros de plantão sabem que Sandrinha (Aparecida Petrowky) sente uma paixão doentia por Benê (Marcello Melo). Porém, esse amor vai custar a própria vida da jovem.

Segundo a revista Tititi, nos próximos capítulos da novela, Benê começará a trabalhar para os poderosos do tráfico do morro. Sandrinha vai tentar afastar o amado do crime, mas além de recusar a ajuda, ele impede que ela trabalhe e manda ela ficar em casa cuidando do filho, José. Ameaçada, a jovem obedece e começa a sentir medo da situação.
Em um certo dia, Benê se envolverá em um golpe perigoso e será cercado por policiais na favela. Em um terrível tiroteio entre bandidos e policiais, Sandrinha será atingida e morrerá no local.
Ao receberem a notícia, Helena (Taís Araújo) e Edite (Lica Oliveira) ficarão sem rumo. A modelo resolverá tirar José da favela e irá criá-lo como se fosse seu próprio filho.
Fonte: ClicRBS





A pedra no sapato da TV Record


O Sbt tanto fez que ameaçou a vice liderança da rede Record. Ai, ai, ai! E a emissora dos bispos sentiu o golpe e agora entrou numa espécie de crise. Ui, ui, ui! A competência do patrão Silvio Santos (não esquecendo de mencionar a filha dele, é caros, Daniela Beyruti, herdou do pai o felling empresarial) desestabilizou a concorrência. Perderam Augusto Liberato, aliás, o apresentador ex-menino dos olhos do dono do Baú, está sem chão na nova casa, mas contrataram Eliana (em ascensão), Roberto Justus (ainda não está fazendo devido sucesso, mas na Record ele era prata da casa), Roberto Cabrini e outros. A ideia de competir no horário nobre com fenômenos enlatados americanos foi brilhante. (Um tremendo tapa com luva de pelica na concorrência). E o público adora essa briga! 
A Record anunciou essa semana o fim do segundo horário de novelas (um ano atrás pensavam em incluir um terceiro), o que reverte em crise das "brabas ". O slogan 'A caminho da liderança' acabou se fundindo num sonho irreal (utopia) e a emissora está mais para 'Voltando para a terceira posição'. Incompetência total dos grandes executivos da Rede. A sede de tomar o lugar da TV Globo (inabalável!) agregou em brigas explícitas no principal telejornal da emissora, falta de humildade e acabaram deixando a qualidade, antes prioridade, de lado. O Q de qualidade da rede dos Marinho, aos poucos sendo estruturado dentro da Record, não é o que se vê na atualidade. Copiaram programas da concorrência à exaustão, perderam identidade, originalidade e criatividade e como venho há tempos dizendo, o público não é bobo, deixou a emissora se enrolar com a própria corda. E a TV de Edir Macedo está perto de suicidar-se, a menos que estabeleçam algumas regras dentro da emissora, algo do tipo, respeitar horários e não subestimar a concorrência. Boa sorte Record e parabéns Sbt, em especial Daniela Beyruti (a pedra no sapato da concorrência)!

A música do verão

I gotta felling, do Black Eyed Peas é a música do verão. Você a encontra nas baladas, academias, Big Brother, etc. Ouça e dance, dance muito!  Whooo!

sexta-feira, janeiro 22, 2010

Controle remoto funciona às sete da noite. Ainda bem!


Até uns dias atrás quis ser o mais compreensivo possível com a atual novela das sete da rede Globo. Mas minha paciência tem limites. Tem quem a compare a Três Irmãs, último fracasso da emissora no horário. Vou além: Três Irmãs era simpática pelo menos. Tempos Modernos é terrível! Atores estão deixando a desejar: Fernanda Vasconcelos é fraquinha. Deu muito certo uma vez (novela Páginas da Vida) e parou no tempo. Antonio Fagundes não está bem, está apático, a impressão que dá é que ele foi obrigado a integrar o elenco. E Grazi Massafera? Ela é boa atriz, mas a personagem está caricata demais. Bom, tudo é caricato demais nessa novela! Tempos Modernos lembra Negócio da China, outro porre. Não há estômago que aguente! Bosco Brasil tenta forçar uma barra, enfia guela abaixo uma história que não inspira verossimilhança, e acha que o público é obrigado a digerir sem reclamar. E como o telespectador brasileiro é craque no assunto telenovela, responde com excelência. Utiliza sua maior arma, o controle remoto. Tempos Modernos tem dado menos audiência que a reprise Alma Gêmea, e com todo merecimento. A Globo anuncia para meados de agosto a novela Tititi para o horário. E Agosto que não chega!

quarta-feira, janeiro 20, 2010

Boa notícia


Hebe Camargo deixou o hospital Albert Einstein, em São Paulo, na tarde desta quarta-feira (20).  A apresentadora, que estava internada desde o dia 8 de janeiro, recebeu tratamento contra um câncer no peritônio. 
Hebe está em condições clínicas estáveis e receberá cuidados médicos e ambulatoriais em casa. Pela manhã, a apresentadora recebeu flores e uma carta com uma oração de uma senhora chamada Lourdes Cândida, que esperou a saída da apresentadora do hospital. Antes de deixar o local, ela agradeceu o presente e declarou que faz questão de ter a fã na primeira fila da próxima gravação de seu programa, fazendo questão de mandar um motorista buscá-la em casa, no bairro da Vila Nova Cachoeirinha, em São Paulo.



Mais: sobre a crítica do último post, referente ao programa Eliana, aos fãs, em nenhum momento quis ofender a pessoa Eliana, apenas pontuei algumas falhas (falhas essas que podem se tornar irreparáveis num futuro próximo) do programa. Eliana não chegou tão longe para no final descambar para o tudo ou nada. Ela tem potencial para muito mais! Abandonar a linha infantil não remete a perder a qualidade sempre presente nos seus programas, coisa que não se vê no atual. Eliana, hoje, é a que mais se aproxima de duas divas da TV, Xuxa e Hebe. A pressão pelo ibope está colocando em risco uma carreira talhada para o sucesso. Gosto de Eliana, não gosto do programa. Diriam muitos, mas quem é você para julgar isso ou aquilo? Respondo: um telespectador que quer ver um bom produto na TV, e que anseia em opinar sobre o que gosta ou não. Muito obrigado! 

segunda-feira, janeiro 18, 2010

Programa Eliana é de extremo mau gosto

Vai ter gente que vai querer me comer vivo, mas vou falar do mesmo jeito. Eliana fez e aconteceu em 2009, mas a verdade tem que ser dita, seu programa é o pior dentre os de entretenimento da TV. Mal feito, apelativo demais, tudo muito pobre, de gosto duvidoso. Ontem no intervalo do jogo Corinthians e Monte Azul (reparem no jogo futebolístico que eu escolhi ver) dei uma visualizada no programa da loira. Gente, a vontade de vomitar foi tremenda. E pasmem, tem quem assista! (Naquele momento eu era um deles, que arrependimento!) É pior que o programa da Luciana Gimenez. Pior mesmo! Tinha um sujeito (ou sujeita, não deu pra saber direito) nas ruas de São Paulo sei lá fazendo o quê, gritando, rebolando e etc... Fora as perguntas de conotação sexual, uma vergonha. Meu Deus, Eliana não precisa disso! E Leonor Corrêa, diretora ímpar, produtora de primeira grandeza, com um programa tão esquizofrênico, por que isso? Por alguns pontinhos de audiência? Eliana na rede Record era melhor, sem dúvidas. Tinha um programa para a família toda, não o que apresenta hoje. Como deixar uma criança ver o programa Eliana nas tardes do Sbt? A ex-apresentadora infantil, sim, aquela dos dedinhos, virou ex mesmo. Literalmente! Saudades da antiga Eliana. Muitas saudades...

domingo, janeiro 17, 2010

As meninas dos olhos de Manoel Carlos


Relembre personagens infantis das novelas de Manoel Carlos

Tramas do autor têm sempre uma pequena estrela em destaque.


Em Felicidade, Tayane Goulart era Bia. 


Em Por Amor, Cecília Dassi era Sandrinha.

O vídeo é narrado em espanhol, mas mesmo assim é emocionante vê-lo.


Em Mulheres Apaixonadas, Bruna Marquesini é Salete.


Em Páginas da Vida, Joana Mocarzel é Clara.


Em Viver a Vida, Klara Castanho é Rafaela.

Haja fôlego!



Longe das novelas desde “Paraíso Tropical”, exibida em 2007, Glória Pires agora se mostra bem disposta a tirar este atraso. Esta sua volta pode acontecer até de uma maneira surpreendente, porque não se descarta inclusive a possibilidade de ela emendar duas novelas – uma na sequência da outra - e no principal horário da emissora.

Glória Pires já está reservada para o próximo trabalho dos autores Gilberto Braga e Ricardo Linhares, que será apresentado após “Passione”, de Silvio de Abreu, que por sua vez substituirá “Viver a Vida”. Depois da “mocinha” de “Paraíso Tropical”, ela será a bandida da nova trama de Gilberto Braga.

Só que depois disso, Glória também quer gravar “Marido de Aluguel”, do Aguinaldo Silva. E ele, sabendo que a atriz não tem nada contra fazer duas novelas seguidas, já tem uma personagem especialmente criada para ela. Resta saber como a direção da Globo irá reagir a esta questão.


Outros nomes 

Na reunião da última segunda-feira com o diretor Manoel Martins, o autor Aguinaldo Silva solicitou que Lilia Cabral e Letícia Spiller também fossem reservadas para a sua próxima novela. Também ficou acertado que a direção será do Wolf Maya.

sábado, janeiro 16, 2010

Reveja a carreira de Angélica na TV


Durante muito tempo ela foi a principal concorrente de Xuxa nos programas infantis. Angélica até hoje é lembrada pela música "Vou de táxi", mas é com o público adulto que a loira da pinta continua fazendo sucesso na TV. Abaixo, os melhores momentos da carreira da apresentadora.


Onde tudo começou: Angélica foi eleita a menina mais bonita do Brasil no programa do Velho Chacrinha e desde então não parou mais. Sua estreia nos programas infantis foi no Clube da Criança, da extinta TV Manchete. A loirinha da pinta substituia Xuxa, que migrava para a Globo em 1986.


Ainda na Manchete, fez sucesso com o programa Milk Shake.



Angélica incomodou tanto a concorrência que Silvio Santos foi atrás da loirinha e a levou para o casting do SBT. O programa se chamava Casa da Angélica. No vídeo abaixo o saudoso Ronald Golias. Vale a pena ver.


Angélica incomodou a audiência da líder Globo com os programas TV Animal e Passa ou Repassa.


Em 1996, Angélica fazia sua estreia na Globo, emissora em que está até hoje.
Angel Mix e Caça Talentos foram fenômenos de audiência.


Angélica participou como atriz no programa Bambuluá e na novela Um anjo caiu do céu.


Atualmente está no comando do Vídeo Game e do Estrelas na Globo.




Mais Angélica:


O FENÔMENO

A polêmica de Sandy



Em seu Twitter, Sandy questionou a atenção constante dada ao Haiti pelo Brasil - após um terremoto ter assolado o país caribenho - e entrou em uma polêmica com seus seguidores, nesta quinta-feira (14). A cantora ressaltou que os brasileiros também deveriam se preocupar com a situção das pessoas que sofrem com as catástrofes em nosso País.
“Tudo bem que a quantidade de vítimas foi bem maior no Haiti do que a de vítimas de catástrofes aqui no Brasil; mas tenho ouvido muito mais notícias de gente se mobilizando para ajudar o Haiti do que eu vi acontecer por aqui.  Será que isso é justificável?”, escreveu a cantora. “Não tô querendo desmerecer a tragédia que ocorreu por lá, mas…”, continuou.
Depois de receber diversas mensagens de pessoas questionando esta declaração, Sandy escreveu: “aos ignorantes de plantão: eu não disse que não deveria ajudar, muito pelo contrário; só acho que o Brasil merece mais atenção do que tem tido”.  Logo depois, Sandy colocou links para as pessoas ajudarem o Haiti e aos desabrigados do Rio Grande do Sul. (Fonte: Abril.com).
O Brasil tem carência de muitas coisas, tem seu sistema falho e sensível à tragédias, porém o Haiti é o país mais pobre das Américas. Oito entre dez haitianos vivem abaixo da linha da pobreza, o país sobrevive basicamente de ajuda internacional.... Não há água, comida, hospitais, cemitérios nem assistência suficientes... Não há Forças Armadas (Exército, Marinha e Aeronáutica foram dissolvidos ainda na decada de 90)!!! Sinceramente, o Brasil é grande! Se acontece um coisa dessas em um lugar, o resto do país se mobiliza para ajudar. E quanto aos haitianos? O País foi todo destruído! Corpos se misturam com feridos pelas ruas. Não há luz, telefone, nada!  E quem será por eles? Quem vai ajudá-los? Teoricamente Sandy foi infeliz em sua declaração. Teoricamente! Explico: quantas famílias no Nordeste brasileiro não tem o que comer? Várias! Há pouco tempo, assisti uma reportagem onde uma mãe prepara o almoço dos filhos. Na panela: água suja, alguns grãos de feijão e acreditem, não tinha sal! Impossível não se comover com uma situação dessas. Uns dizem: "Sandy fez cagada!". Pode até ser, mas não acredito que ela tivesse tido a intenção de menosprezar o que os haitianos estão passando, até porque muitos brasileiros também foram vítimas.Talvez o que Sandy quis dizer é (e eu prefiro acreditar nisso!) que o Brasil, seu governo e sua gente, deveriam tirar como exemplo a fatídica tragédia ocorrida no Haiti e procurar meios para dar um basta na miséria que existe em alguns pontos do país. Todo ser humano tem o direito de viver com dignidade. Água, comida, estudo, trabalho e um tempo para lazer são pontos fundamentais para uma sociedade mais justa e mais feliz. Uma declaração bombástica como essa, de uma figura conhecida do grande público, tem seu lado positivo. Se Sandy, uma menina rica, conseguiu enxergar as falhas desumanas existentes no Brasil, quem sabe, os políticos (sonhar não paga imposto) acordam e começam a trabalhar para um futuro mais decente ao nosso povo. 

sexta-feira, janeiro 15, 2010

Tempos difíceis na Globo? Muito cedo ainda para saber


Ando lendo algumas críticas a respeito da telenovela Tempos Modernos da Globo, que estreou na última segunda-feira. Todas comparando-a com a antecessora Caras & Bocas. Na minha singela opinião, acho muito cedo ainda para acusá-la de ser um fracasso. Mas se é para comparar ao último folhetim das sete, vamos lá. Os primeiros capítulos estão na casa dos 27 pontos, a mesma marca das primeiras oito semanas de Caras & Bocas, tanto é verdade que a média final da história de Walcyr Carrasco foi de 31 pontos, o que  não considero um número tão expressivo assim. (Fonte: http://www.oplanetatv.com.br/). A novela que teve como foco principal um macaco que fazia lindas pinturas explodiu depois de mais de dois meses no ar. E fez mais barulho por conseguir superar a audiência de uma novela das oito. Mas Caras & Bocas só venceu Viver a Vida no Ibope porque a mesma caiu por terra. Manoel Carlos quis contar sua novela de maneira devagar (ficou bravo quando foi advertido e prosseguiu com o erro), e sua lenga lenga acabou distanciando os telespectadores, que querem ver ação, histórias mirabolantes, querem entretenimento. Ninguém liga a TV hoje em dia, vide internet em tempo real, para se contentar com uma histórinha água com açúcar, ainda mais em horário nobre. O público brasileiro é entendedor de novelas e não perdoa quem faz corpo mole. Sobre Tempos Modernos, a novela ainda não decolou, alguns atores ainda não descobriram seus personagens, porém ainda não me sinto preparado para fazer críticas justas e sinceras sobre cada ator, mas nota-se que a história precisa de um conteúdo mais popular, precisa se popularizar, nada difícil para uma novela que tem na bagagem bons diretores, bons atores e um bom autor. Bosco Brasil vai longe, mas precisa urgentemente promover um boom nos seus personagens. E Aguinaldo Silva hein, onde está a supervisão do melhor autor do Brasil (título que o próprio se auto premiou)?